Plano de saúde Cassi: tudo o que você precisa saber - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Plano de saúde Cassi: tudo o que você precisa saber

Os funcionários do Banco do Brasil (BB) possuem um plano de saúde gerenciado pela própria instituição. Saiba mais sobre a Cassi! 

O Banco do Brasil (BB) é uma das principais instituições financeiras do país. O banco trabalha em regime público-privado e oferece abertura de contas bancárias, empréstimos, financiamentos, seguros e outros tipos de serviços aos clientes e correntistas. Como acontece em outras empresas, quem trabalha dentro das agências ou escritórios do BB possui o benefício de assistência médica, mas o banco oferece um plano de saúde um pouco diferente.

A Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil, ou Cassi, como é mais conhecida, é o plano de saúde oferecido aos colaboradores internos do BB, ex-funcionários e associados ao PREVI (previdência fechada do Banco do Banco). O plano de saúde possui cobertura para consultas, exames, internações e outros procedimentos. Confira abaixo mais informações sobre a Cassi do BB e tire outras dúvidas referentes ao benefício!

Plano de saúde Cassi: quais as coberturas?

Os funcionários do BB e demais beneficiários da assistência Cassi podem passar em consultas de urgência e emergência, caso sofram algum acidente ou precisem de atendimentos no pronto-socorro. Além disso, consultas clínicas e exames também são cobertos pela Cassi em centros de atendimento por todo o Brasil.

Os beneficiários da operadora também podem ter atendimentos especiais, de acordo com o tipo de contrato, sendo eles planos de associados Cassi ou planos familiares. É possível ter assistência de UTI em solo terrestre ou ambiente aéreo, colocação de órteses e próteses, serviços de enfermagem domiciliar e abono de aparelhos, objetos, materiais e medicamentos para uso e aplicação em casa.

Plano de saúde Cassi: conheça as opções

Na Cassi, os beneficiários do plano de saúde podem contratar planos individuais e planos familiares. O Plano de Associados Cassi é liberado automaticamente após a contratação do funcionário BB e não possui carência. Dessa forma, o beneficiário que for titular pelo plano de saúde e dependentes (filhos e enteados de até 24 anos de idade) podem utilizar os serviços sem ter que esperar dias ou meses.

O beneficiário também consegue incluir cônjuge, filhos, parentes consanguíneos até 4º grau ou demais parentes de até 2º grau no plano de saúde da operadora pelos contratos Cassi Família I e Cassi Família II. Nesses planos, é necessário cumprir o tempo de carência previsto em contrato e cada participante é titular do próprio plano, portanto, participantes pagam um valor de acordo com a idade e regulamentado pela ANS.

Como funciona a carência da assistência Cassi

A carência é um período após a contratação do plano de saúde que os beneficiários terão que aguardar para utilizar alguns serviços. A Cassi possui as seguintes carências:

  • Atendimento médico de urgência e emergência: 24 horas após a contratação;
  • Atendimentos clínicos: 30 dias após a contratação;
  • Procedimentos e terapias especiais em ambulatórios: 60 dias após a contratação;
  • Internações, remoções e procedimentos cirúrgicos: 180 dias após a contratação;
  • Partos: 300 dias após a contratação.

Avaliação do plano de saúde Cassi

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) possui o Índice de Desenvolvimento da Saúde Suplementar, o IDSS. Essa pontuação varia entre 0 e 1 ponto e qualifica o desempenho de todos os serviços das empresas de saúde, incluindo as assistências e atendimento oferecidos pela Cassi.

Segundo a ANS, o número de clientes ativos da Cassi é de 649.027 e o IDSS da empresa não foi calculadoNo Reclame Aqui, a empresa possui nota 6,5 e é classificada como “Regular” pelos usuários do site. Todas as reclamações registradas no Reclame Aqui foram respondidas, mas o índice de solução da empresa no site é de 66,7%.

*Os dados da ANS e do site Reclame Aqui foram consultados em 09 de março de 2020 e estão sujeitos a alterações.  

Veja também!