4 dicas de como usar o plano de saúde

Contratou um plano de saúde recentemente mas ainda tem dúvidas sobre como usá-lo da melhor forma? Confira agora nossas dicas!

Como usar o plano de saúde

Quem paga um plano de saúde tem direito a procurar os médicos e os hospitais credenciados no convênio, além de fazer exames que não faria rapidamente no Sistema Único de Saúde (SUS). Mas você sabe se já terminou o prazo de carência do seu plano? E tem ideia de onde encontrar o médico que precisa?

Para tirar estas e outras dúvidas, veja abaixo quatro dicas de como usar o plano de saúde da melhor forma:

1. Confira a carência do plano

Esse é um período que você precisa esperar para fazer consultas, exames e internações assim que você contrata o plano. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o prazo máximo de carência é de 24 horas para emergências, de 300 dias para parto, de dois anos para doenças preexistentes (aquelas que, quando você contratou o plano de saúde, já possuía) e de seis meses para os outros procedimentos. Mas como esse é o prazo máximo, confirme qual a carência que existe no seu plano.

2. Encontre um médico da rede credenciada

A forma mais rápida de fazer isso é acessar o site do convênio, no campo de busca da rede credenciada. Lá você pode consultar todos os profissionais disponíveis e procurar um que atenda próximo da sua casa ou do trabalho. Não se esqueça de informar a especialidade que você precisa: ortopedista, endocrinologista, dermatologista etc.  Se preferir, ligue para a central de atendimento do plano e peça a indicação de um profissional.

3. Leve a carteirinha do plano no dia da consulta

E também um documento de identificação com foto, como o RG ou a carteira de habilitação. Você vai precisar deles para ser atendido. Se o cartão do seu plano ainda não chegou, não tem problema. Basta ligar para o seu corretor ou para a central de atendimento da seguradora e pedir o número. Saiba que a partir do momento que você assina o contrato já está protegido e pode usar o plano – contanto que esteja fora dos prazos de carência.

4. Confira a guia antes de assinar

A guia do plano de saúde é o papel em que o médico anota os serviços que foram realizados e também os pedidos de exames que você terá que fazer. Quando você assina esse papel, está confirmando que passou pelos procedimentos que estão anotados – e vai pagar por eles pelo plano de saúde. Por isso confira antes e nunca assine uma guia em branco.

Planos com reembolso e coparticipação

Se o seu plano de saúde é do tipo com coparticipação, saiba que mesmo usando a rede credenciada você terá que pagar uma parte da consulta. Isso está previsto no contrato que você assinou com a seguradora. Agora, se o seu plano trabalha com reembolso e você prefere passar em um médico que não faz parte da rede credenciada, não se esqueça de guardar a nota fiscal e os outros comprovantes da consulta. Esses documentos devem ser enviados para a seguradora junto com uma carta de pedido de reembolso.

Veja também!




comentários