Descarte Sustentável: saiba como se livrar de objetos quebrados

Se você tem objetos quebrados em casa e não sabe como descartá-los, confira essas dicas que a Konkero separou para você contribuir com a sustentabilidade do meio ambiente.

Provavelmente você nem imagina mas, quando contrata um seguro – principalmente o de residência – tem a oportunidade de ajudar o meio ambiente e ainda se livrar de um problema: o acúmulo de aparelhos e móveis quebrados ou sem utilidade.

Algumas seguradoras oferecem um serviço complementar à proteção da sua casa, recolhendo móveis e equipamentos velhos ou sem uso que ganham um destino correto como a reciclagem ou o descarte para aqueles que não podem ser reaproveitados. O programa leva o nome de “Descarte Sustentável” e, na maioria das seguradoras, o cliente recebe também uma consultoria com dicas de economia de água, luz e outras questões sustentáveis, ajudando-o a diminuir as despesas em casa.

A importância do Descarte Sustentável

Além de ajudar o cliente a lidar com objetos que não são mais úteis, esta é uma maneira de recuperar um bem que a princípio não serviria para mais nada. Ao invés de ir para o lixo, ele é reciclado e se transforma em outro produto, beneficiando o futuro consumidor, as empresas responsáveis pela volta desse objeto ao mercado que terão lucro e o meio-ambiente, que não será afetado através dessa forma sustentável de descarte.

Essa é uma mudança importante no comportamento das empresas e o consumidor se lembrará dela na hora de escolher um serviço. É uma nova maneira de se relacionar com o cliente e de lidar com um problema que ainda é muito sério, já que nem todos pensam de forma consciente. 

A iniciativa das seguradoras com a sustentabilidade

Essa iniciativa mostra uma evolução do mercado e as empresas que se preocupam com o descarte dos produtos que fabricam deram um salto à frente das outras, que deveriam fazer o mesmo. A geladeira velha vira a bicicleta de amanhã, e isso é ótimo para todos: desde o catador que recolheu aquele produto, passando pela empresa, que poderá reciclá-lo e até ao consumidor, que contará com um produto novo no mercado.

É comum que o consumidor tenha dificuldades para saber como descartar estes produtos, porque este tipo de ação ainda não está totalmente desenvolvida no país. Porém, com práticas como esta das seguradoras, a tendência é que a população passe a ter mais contato com este tipo de medida, especialmente nas escolas, onde a educação das crianças é fundamental para torná-las adultos conscientes.

Ficou curioso para saber quais seguradoras oferecem esse serviço? A seguir, você confere sete grande empresas de seguros do país que praticam o Descarte Sustentável e te ajudam a se livrar dos equipamentos sem uso que você tem!

Descarte Sustentável Allianz Seguradora

Onde está: incluso no seguro residencial.

Como é: retiram móveis e equipamentos que não são mais utilizados e os levam para entidades assistenciais. Se não for possível reaproveitá-los, enviam para reciclagem ou descarte ecologicamente correto. Além disso, por telefone ou e-mail, ajudam a tornar a residência mais sustentável, a economizar energia elétrica e água, reciclar lixo de forma correta e indicam prestadores de serviços para executar projetos de energia limpa. O serviço também faz retirada de entulho da residência do segurado.

Descarte Sustentável Banco do Brasil

Onde está: incluso no seguro residencial, como uma assistência.

Como é: descarte de móveis e aparelhos sem uso na residência do segurado.

Descarte Sustentável Itaú

Onde está: incluso no seguro residencial, como um serviço ambiental.

Como é: móveis e eletrodomésticos sem uso são recolhidos para o descarte ecologicamente correto. Os objetos em bom estado são doados a entidades assistenciais. Dão orientação ambiental: ensinam a consumir conscientemente recursos, como água e energia elétrica, além de reduzir as despesas por conta da instalação de telhado verde ou soluções ecológicas, como reaproveitamento da água da chuva, energia solar, entre outras. Além disso, você ainda conta com descontos no desenvolvimento desses projetos.

Descarte Sustentável Liberty Seguros

Onde está: é um serviço complementar do seguro residência.

Como é: retirada e descarte de móveis e equipamentos que não são mais utilizados. Também retiram entulho e resíduos de obra. Além disso, oferecem  uma consultoria sustentável. Por telefone ou e-mail, o segurado receberá orientações e dicas para manter a residência de acordo com as práticas de sustentabilidade.

Descarte Sustentável Porto Seguro

Onde está: é um benefício do seguro de Equipamentos Portáteis.

Como é: coleta, separação e reciclagem de equipamentos eletrônicos, como celulares, notebooks, impressoras e máquinas fotográficas.

Descarte Sustentável Sulamérica

Onde está: é um serviço do seguro residencial.

Como é: coleta, separação e reciclagem de eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis que você não utiliza mais, dando destino certo a esses objetos sem agredir o meio ambiente. Além desses serviços, ainda coletam entulho e restos de obra.

Descarte Sustentável Tokio Marine

Onde está: é uma assistência VIP do seguro residencial.

Como é: descarte de móveis e equipamentos eletrônicos. Também oferecem uma consultoria de residência sustentável, com ensinamentos para economizar água, energia e aprender a reciclar.

O que o consumidor pode fazer para contribuir com a Sustentabilidade

Com o descarte irregular na natureza por parte do cliente ou empresa, principalmente se os materiais forem poluentes ao meio ambiente, pode-se sofrer uma multa da prefeitura da cidade onde mora/atua. Além disso, se este objeto mal descartado estiver perto do consumidor, ele pode até ficar doente.



É responsabilidade das marcas, donas dos materiais produzidos, cuidar do produto até o fim da vida útil dele. Sendo assim, a produção, venda, e descarte devem ser todos parte de um mesmo processo. E se a empresa de um produto que não tem mais utilidade não oferecer esse serviço? Neste caso, cabe ao consumidor procurar a marca do produto e perguntar se ela tem relação com alguma associação de catadores ou  postos de recolhimento que possam indicar.

Para evitar dores de cabeça, como multas, é preciso procurar estas instituições. Se elas não possuírem esse tipo de ajuda, o ideal é recorrer ao Ministério Público: procure a prefeitura da sua cidade e entre em contato por telefone ou e-mail para pedir ajuda. Negaram apoio? Procure ter o e-mail ou a ligação feita como uma prova de que a culpa é dos órgãos públicos e não sua.

Veja também!




comentários