Pós-graduação à distância: vale a pena fazer?

  • Google+
  • LinkedIn

Com o crescimento dos cursos EAD, que são cursos que podemos fazer à distância, ficou mais fácil fazer uma pós-graduação.

Uma das grandes vantagens desse tipo de ensino é a flexibilidade de horário. Você decide se quer estudar de manhã, de tarde ou à noite!



Além disso, depois que o Ministério da Educação (MEC) autorizou a pós à distância, o diploma tem a mesma validade que o de um curso presencial.

Mas será que vale a pena fazer uma pós-graduação à distância?

O que analisar antes de fazer uma pós à distância

Antes de começar, você precisa saber se o curso é reconhecido pelo MEC. Se ele não for, você não receberá o certificado e gastará dinheiro à toa.

Veja aqui como saber se o curso é reconhecido: Como saber se a faculdade é reconhecida pelo MEC



Como você vai estudar em casa, com a ajuda de livros e de aulas na internet, muitos itens poderão te distrair: televisão, telefone, amigos, sono…  Por isso, comprometimento é fundamental!



Outro ponto importante: apesar de o professor não estar junto, há um acompanhamento do desempenho dos alunos e avaliação dos horários de acesso às aulas. Por isso, não pense que irá fugir das cobranças.

E lembrando que o MEC exige provas presenciais e monografia para se formar. Ou seja, você terá que ir até o centro de ensino algumas vezes no semestre. 😉





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.