Segunda via do RG: como e onde tirar - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Segunda via do RG: como e onde tirar

Basta ir a um posto de atendimento do governo mais próximo ou procurar a delegacia da sua cidade. Tire mais dúvidas sobre como tirar a segunda via do RG! 

identidade

Perdeu a carteira de identidade? Não tem problema. Você pode emitir a segunda via do RG, mas provavelmente pagará uma taxa por isso. No Poupatempo da cidade de São Paulo, essa cobrança só não é feita em 6 situações diferentes: quando há erro de digitação no RG; quando o cidadão é vítima de desastre natural; em caso de desemprego há mais de 3 meses; quando o cidadão leva uma declaração de pobreza, de acordo com a Lei 7115/83; para mulheres com idade acima de 60 anos; e homens com idade acima de 65 anos. Os demais casos não qualificados nos quesitos acima pagam R$ 39,80 pela segunda via do RG.

Os lugares mais indicados para pedir a segunda via do RG são os postos de atendimento do governo, como o Poupatempo (SP), Detran.RJ (RJ), Postos de Atendimento UAI (MG), Faça Fácil (ES), Na Hora (DF), o Vapt Vupt (GO) e o Tudo Fácil (RS), onde dá para tirar a 2ª via de vários outros documentos e, em muitos casos, eles saem na hora. Porém, se o lugar onde você mora não tiver nenhum destes postos de atendimento, basta comparecer a um centro de identificação da Polícia Civil e fazer o pedido da 2ª via do RG.

Documentos para tirar a segunda via do RG (identidade)

Confira quais documentos precisará levar:

  • Certidão de nascimento original e uma cópia simples;
  • Certidão de casamento original e uma cópia simples (se houver);
  • CPF original, comprovante de situação cadastral no CPF ou comprovante de inscrição da Receita Federal – para pagamento da taxa de 2ª via, ou para quem deseja que apareça no novo RG;
  • RG antigo, se ainda estiver com você;
  • Comprovante do pagamento da taxa (caso ela tenha sido paga fora do posto).

Caso você queira que outros documentos constem no seu RG além do número do CPF e da própria identidade, basta levar a via original e uma cópia simples de cada. Os documentos que são permitidos são:

  • Atestado médico, caso o cidadão seja portador de alguma deficiência física;
  • Cartão do Cidadão;
  • Cartão Nacional de Saúde (Cartão do SUS);
  • Carteira de Órgão de Classe;
  • Carteira de Trabalho (CTPS);
  • Carteira Nacional de Habilitação;
  • Certificado Militar;
  • Requerimento de inclusão/exclusão de nome social;
  • Resultado de exame laboratorial de tipagem sanguínea;
  • Título de Eleitor.

Como tirar a segunda via do RG

É muito simples! Faça o agendamento online pela site do órgão responsável pelo serviço na sua cidade e compareça no dia e horário marcado na unidade física que você agendou com os documentos necessários. Lá você tirará uma foto 3×4 para ser inserida no novo documento. Quanto à taxa, você pode pagá-la antes, fora no posto, ou no momento que estiver realizando o serviço. Depois, basta aguardar por alguns dias a nova via ficar pronta.

Conheça o novo RG

Desde agosto de 2019, os postos de atendimento têm emitido um novo modelo do RG. O documento terá outros dados do titular anexados ao papel, incluindo numeração da carteira de trabalho, título de leitor, inscrição do PIS/NIT/PASEP, CNH e outros itens.

O novo RG está disponível nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Goiás, Acre, Maranhão, Ceará, Paraná e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. Para saber mais sobre o documento, as mudanças e a obrigatoriedade de emissão do RG, clique aqui!

Veja também!