Saiba financiar os gastos com o registro do imóvel - Konkero

Saiba financiar os gastos com o registro do imóvel

Sabia que além de financiar o valor do imóvel, você também consegue parcelar os custos com o registro em cartório? Confira!

17-dúvidas-de-quem-vai-alugar-um-imóvel

Se você vai comprar um imóvel, é legal saber: a Caixa Econômica Federal também financia as despesas com registro, escritura e impostos da sua casa nova. Desta forma, quem faz um financiamento imobiliário no banco do governo pode incluir os gastos que vai ter no cartório e o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) no valor do empréstimo.

Isso significa que, além do valor que a Caixa irá emprestar para comprar a sua casa, você também poderá ter outra quantia para pagar essas despesas, que geralmente você nem lembra quando decide fazer um financiamento imobiliário.

Como esse financiamento funciona?

Se você vai comprar uma casa que vale R$ 150 mil e conseguiu financiar R$ 100 mil pela Caixa, poderá emprestar mais 4% para pagar os custos extras. Ou seja, no caso de um financiamento de R$ 100 mil, você pode retirar no máximo mais R$ 4 mil para custear o cartório e o imposto. Assim, você garante a compra do imóvel e os documentos de legalização e habitação do seu lar no mesmo contrato.

O que isso muda na minha vida?

Muita gente esquece de adicionar os gastos que terá com o registro do imóvel ao valor que irá pagar como entrada na compra. Mas, fazendo o financiamento, esses gastos podem ser embutidos nas parcelas e facilitar a aquisição total do imóvel, incluindo as documentações.

Lembre-se: para que o imóvel esteja com a compra regularizada não bastar estar em dia apenas com os pagamentos do financiamento. É necessário quitar os impostos do imóvel com a prefeitura e o cartório onde o imóvel será registrado.

Veja também!