Posso usar o FGTS para reformar um imóvel?

Infelizmente, não dá para usar o dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) no pagamento de uma reforma. Mas existem duas linhas de crédito só para isso. Que tal conhecer estas opções?

Vale-a-pena-reformar-imóvel-alugado

 

Como usar o FGTS para reforma

Se você decidiu reformar a sua casa ou o apartamento, saiba que não pode usar o saldo do FGTS para pagar essa despesa. Esse dinheiro é seu, mas só pode ser resgatado quando você vai comprar um imóvel ou quitar um consórcio imobiliário. No caso de reformas, a Caixa Econômica Federal não libera o saque desse fundo – mesmo que você tenha no mínimo três anos de depósito no FGTS.

Quem precisa de grana para uma reforma pode pesquisar alguns empréstimos, como o consignado ou o refinanciamento. Além disso, o governo possui dois empréstimos específicos para bancar os custos da reforma ou construção da sua casa. Confira mais abaixo.

Dois tipos de empréstimo para reformar ou construir

Fimac FGTS – empréstimo para quem tem FGTS

Este empréstimo do governo é exclusivo para quem recebe (ou recebeu) o pagamento do Fundo de Garantia por no mínimo três anos. O valor máximo financiado nessa linha é R$ 20 mil, sendo que o imóvel deve custar até R$ 500 mil. O prazo para quitar a dívida costuma ser de até 10 anos e você não tem acesso ao dinheiro do FGTS, pois ele será usado somente como referência para o banco ceder o crédito. Saiba mais sobre o Fimac FGTS.

Construcard da Caixa – empréstimo para comprar material de construção para a reforma

Outra opção para financiar a reforma ou a construção da sua casa é o Construcard. O Construcard é um cartão da Caixa que permite financiar a compra de material de construção da reforma ou construção da sua casa. Nesse caso, qualquer um pode pedir o financiamento para a Caixa, tendo ou não o FGTS. O valor máximo do empréstimo depende da sua renda e o prazo para quitar a dívida é de até 238 meses. Entenda o Construcard e decida se vale a pena pegar esse crédito.

Veja também

Existem outras situações em que é possível sacar o FGTS – nenhuma delas para reforma. Confira as diferentes situações na qual é possível sacar o FGTS.




comentários