A HF Engenharia é confiável? - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

A HF Engenharia é confiável?

A HF Engenharia é considerada uma das maiores construtoras do país, com 100 mil imóveis vendidos.

hf2

A HF Engenharia existe desde 1997 e consagrou-se como a 12ª empresa que mais constrói no país no Ranking ITC 2016. Em 2017, a construtora ocupou o 7º lugar no Ranking. Confira mais informações sobre a HF e descubra se vale a pena fechar um contrato com a empresa.

História da HF Engenharia

A HF foi fundada em Rio Verde – GO em 1997. Em 2007, começou a expandir seus negócios para fora do estado e aderindo ao Minha Casa Minha Vida e, em 2015, a construtora já havia entregado 7.748 unidades com o programa.

Cidades atendidas pela HF Engenharia

Ela está presente nos estados de Goiás, Pará e Rio de Janeiro. Confira as Cidades:

Goiás

Cidade: Mineiros

Pará

Cidades: Capitão Poço, Marabá, Parauapebas, Itupiranga, São Feliz do Xingu, Ourilândia do Norte e Tucumã

Rio de Janeiro

Cidade: Nova Iguaçu

Perfil dos imóveis HF Engenharia

A empresa possui imóveis econômicos, como os do Programa Minha Casa Minha Vida, mas também trabalha com imóveis de alto padrão.

Nota Reclame Aqui da HF Engenharia

A HF Engenharia não possui avaliações no Reclame Aqui.

Financiamento de Imóvel pela HF Engenharia

A empresa supervisiona toda a transação de financiamento com bancos parceiros – como a Caixa. Caso você tenha interesse em financiar um imóvel da HF Engenharia é só entrar em contato com os corretores. Você pode pedir uma simulação de valores pelo telefone (64) 3602-7900 ou enviar um e-mail pelo site para ver se consegue arcar com todas as parcelas do financiamento.

Havendo interesse, uma série de documentos pessoais serão solicitados a você pelo corretor, que encaminhará cópias desses documentos para o banco. Desta forma, o banco analisará seu perfil e dirá se libera ou não o valor que você deseja.

*As informações acima foram obtidas no site da HF Engenharia e no Reclame Aqui em 18/11/2019 e, portanto, estão sujeitas a alterações.

Veja também!