8 dicas para não estourar o orçamento na reforma da casa

  • Google+
  • LinkedIn

Está pensando em reformar a casa? Saiba que este é um sonho possível! Confira agora 8 dicas para não estourar o orçamento e reformar sem medo.

Economize-antes-de-comprar-comparando-preços



Está pensando em reformar a casa mas está com medo de extrapolar nos gastos e se arrepender depois? Pode ficar tranquilo que, com algumas atitudes simples, você consegue controlar os gastos com a reforma e realiza seu desejo sem ficar se preocupando em se perder com dívidas.

Você sabia que a maioria dos problemas com custos de obras acontecem porque o dono da casa muda de ideia sobre o que gostaria de fazer depois que a reforma já começou? Para evitar que isso aconteça com você, saiba que é muito importante planejar.

Confira nossas dicas e realize o sonho de reformar a sua casa sem medo!

8 dicas para não estourar o orçamento na reforma da casa

1. Coloque todas as mudanças que você quer fazer em um papel

Está é a forma mais eficaz de vai saber se a grana que tem é suficiente para fazer tudo que precisa. Além disso, é importante listar as necessidades e os desejos, desta forma, você consegue organizar melhor o que você realmente precisa fazer e o que você gostaria de fazer, mas não precisa ser exatamente agora.

2. Escolha com cuidado o profissional que vai realizar a obra

Procure a opinião de alguém que já fez reforma com essa pessoa, assim você terá mais segurança sobre o trabalho e saberá se ela cumpre prazos, afinal, alguns profissionais cobram pelo dia de trabalho e, quanto maior o tempo da reforma, mais você terá de pagar para ele.

3. Peça ajuda de algum amigo que entenda do assunto

É legal uma pessoa mais experiente dê uma olhada no plano da obra e acompanhe com você o andamento, para evitar problemas. Além disso, quem já está acostumado com este tipo de coisa sempre tem dicas de onde você consegue comprar materiais mais baratos, tudo baseado em experiência própria. Vale a pena tentar!



4. Pesquise o material de construção em vários lugares

Buscar em lojas diferentes ajuda a encontrar o melhor preço e para os melhores produtos. Afinal, o barato pode sair caro! Além disso, se você for pagar pelo material à vista, pode pechinchar para conseguir descontos no valor total da compra.

5. Leve em consideração a estação do ano

Estações chuvosas podem atrasar sua reforma e te fazer gastar mais com mão de obra. Avalie as condições climáticas da sua cidade antes de começar a reforma e, se estiver passando por uma época assim, procure adiar um pouco o início dos trabalhos.

6. Evite comprar os materiais no final do ano

As pessoas costumam usar o 13º salário para começar a reforma da casa. Com isso, as lojas de material de construção sobem o preço dos produtos no final do ano. Por isso, se você não tiver tanta pressa assim para começar a reforma, o ideal é esperar um pouco e comecar a reforma depois.



7. Mãos à obra!

Por quê pagar para alguém fazer uma coisa que você mesmo pode fazer sem muito esforço? Afinal, lixar e pintar uma parede não é lá uma missão tão difícil assim! Além disso, ainda existem diversos tutoriais disponíveis na internet que ensinam a fazer este tipo de atividade sem muita dor de cabeça.

8. Use a criatividade

Reciclar objetos e móveis antigos pode ser a solução para quem deseja inovar sem gastar muito. Você pode pegar aquela cômoda velha que te incomoda só de olhar e mudar a cor, fazer uns detalhes na pintura ou usar um adesivo diferente e pronto! Não vai nem se lembrar de como ela era.

Veja também





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.