9 respostas sobre financiamento de veículos

  • Google+
  • LinkedIn

Chegou a hora de tirar as principais dúvidas sobre essa compra antes de pedir o financiamento do carro que escolheu!

respostas sobre financiamento de veículos



Existe financiamento sem juros? Quem está negativado também consegue a aprovação? E quais as regras mais importantes? Descubra as respostas para estas e outras dúvidas comuns de quem está pensando em comprar um carro financiado.

1. Como funciona o financiamento de veículos?

Comprar financiado significa que você dividirá a maior parte do valor do carro (e todas as taxas envolvidas nesse crédito) em parcelas para serem pagas durante anos. O restante, chamado de entrada, precisa ser depositado à vista e, geralmente, o valor mínimo é de 10% do total do carro. Em cada parcela será cobrada também uma taxa de juros, que varia de acordo com o banco em que você fizer o financiamento. E você pode comparar esses valores desde já!

2. Quem pode fazer um financiamento de veículos?

A liberação do financiamento depende de uma análise feita pelo banco. Normalmente, o gerente avalia se você está negativado ou não, quanto ganha e quantas parcelas fixas paga por mês. Tudo isso para descobrir se você tem condições de assumir mais uma dívida e qual seria o valor que poderia pagar por ela. Mas você consegue ter uma ideia do preço de entrada e da parcela antes de chegar ao banco. Basta fazer uma simulação online. Apesar de não ser a proposta real do banco, a simulação ajuda a descobrir quanto você precisa juntar para dar na entrada e em quanto tempo você pode fazer o financiamento. Geralmente, os bancos e concessionárias oferecem prazo máximo de 60 meses para o parcelamento – mas pode chegar até 72.

3. E se eu estiver com o nome sujo?

Quando existe uma negativação, o financiamento costuma ser aprovado somente para funcionários públicos, aposentados e pensionistas do INSS. O motivo: nesse financiamento as parcelas são debitadas diretamente no salário do funcionário ou beneficiário do INSS. “há garantia de recebimento do valor financiado através de desconto diretamente na folha de pagamento, ”, explica o advogado José Airton Carvalho Filho.

Em qualquer situação diferente desta, será necessário limpar o nome antes de pedir o financiamento. E mesmo assim não existe a garantia de que o banco vai aprovar o empréstimo. Se isso acontecer com você, saiba que o consórcio é outra opção para comprar um carro. Porém, algumas administradoras exigem que você esteja com, no mínimo, 70% da dívida paga antes de entrar em um consórcio de veículos.

4. Existe financiamento de veículos sem juros?

Não! Isso faz parte de um discurso de venda das lojas, mas é uma mentira. “Quando alguém diz que o financiamento não tem juros, provavelmente incluiu essa taxa no valor do carro e não pretende dar desconto nenhum nesse valor”, explica Ilídio dos Santos, presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (FENAUTO). Por isso, cuidado com as propostas que parecem boas demais.

5. Dá para financiar um carro sem dar entrada?

Sim, mas existem poucos bancos que oferecem o financiamento sem exigir o pagamento da entrada. O Banco do Brasil, por exemplo, financia até 100% do carro, o que significa que você não precisa pagar nada de entrada. Mas saiba que nem sempre essa opção vale a pena porque a parcela provavelmente será mais cara do que seria se você pagasse a entrada.



6.  Onde é melhor financiar um carro: em banco comum, banco de montadora ou financeira?

Essas três opções existem, mas prefira os bancos por causa das taxas de juros. Os privados são os mais flexíveis e, se você já for cliente de um deles, pode ser que consiga melhores condições de pagamento. Mas não deixe de fazer a simulação em mais de um lugar porque as taxas mudam bastante. Quer ver? A Konkero pesquisou as taxas das principais instituições que financiam carro e você confere essa lista aqui.

7. Existem outros gastos no financiamento de carro?

Além dos juros, a taxa de cadastro costuma ser cobrada. Mas se encontrar uma cobrança chamada de Taxa de Abertura de Crédito (TAC), não aceite fazer o pagamento porque ela é considerada ilegal pelo Banco Central. Existem mais gastos após a compra do veículo, por exemplo, documentação, seguro, gasolina e outros custos para manter um carro. Vale a pena pesquisar mais sobre isso antes de fechar o seu financiamento.

8. Quais são os documentos necessários para conseguir o financiamento de carro?

Para solicitar um financiamento, você precisa apresentar RG, CPF e comprovante de renda. Mas não deixe de confirmar essas informações no banco porque alguns lugares pedem mais documentos.



9. Se eu não conseguir pagar as parcelas do financiamento, meu carro pode ser apreendido?

Sim. As regras mudam conforme o contrato, mas é isso que acontece quando você atrasa o pagamento e não aceita nenhuma negociação. Por isso, caso se atrapalhe com as parcelas, tente quitar a dívida o quanto antes.

Se você ainda não decidiu onde vai fazer o financiamento do seu carro, clique aqui e confira quais são as melhores taxas de financiamento de carro do Brasil!





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.