RG animal: tudo o que você precisa saber

Você sabia que o seu pet também pode ter um RG? Descubra tudo o que você precisa saber sobre esse documento!

RG animal: tudo o que você precisa saber

Todo brasileiro deve ter a carteira de identidade, também chamada de RG. É neste documento que estão os dados mais importantes sobre o cidadão, como seu nome completo, sua digital, data de nascimento, naturalidade e filiação, e é por meio dele que é possível identificar o indivíduo em alguma situações.

No entanto, o RG não é exclusividade dos seres humanos. Se você tem cachorro ou gato, você pode fazer uma carteira de identidade para ele com seus dados e os dados dele. O documento chamado Registo Geral do Animal, ou RGA, é timbrado e numerado, acompanhado por uma plaqueta que tem o número do RGA, para ficar presa à coleira.

Ficou interessado? Veja tudo o que você precisa saber sobre o RG Animal!

O que é o RG Animal

O Registro Geral do Animal é semelhante ao RG dos cidadãos. Enquanto o RG tem um número de identificação, o nome completo e outros dados do portador da carteira, o RGA tem um número para identificação do animal, os dados dele e do seu dono.

Também faz parte do RGA uma plaqueta, que deve ser colocada na coleira do pet. Nela está presente o mesmo número do RGA, o que é útil para quando o animalzinho se perde.

Na cidade de São Paulo, este documento é obrigatório por lei. Desta forma, todos os gatos e cachorros que tenham acima de 3 meses de idade devem ter o RG Animal, além de ter em sua coleira a plaqueta com o número de identificação.

A medida visa deixar mais fácil a localização dos donos dos pets caso eles se percam ou fujam de casa. Por meio do número na plaqueta, é possível encontrar o documento do animal, e assim, os dados para contato do dono do gato ou cachorro perdido.

Assim como o RG normal, o RGA é único, intransferível e permanente, devendo continuar o mesmo caso a plaqueta ou o documento seja perdido.

Como emitir o RGA

O órgão responsável pela emissão desse documento é o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS). Desta forma, você pode fazer o registro junto ao CCZ, ou nos estabelecimentos veterinários que sejam credenciados.

Para tirar o RGA, não é preciso levar o pet até o local, mas só os documentos necessários, que são:

Além disso, você não precisa pagar nada pelo serviço. Para saber quais são os postos veterinários que têm credenciamento junto ao CCZ, clique aqui.

Todo pet pode ter o RGA?

Por lei, o documento é obrigatório apenas a cachorros e gatos residentes na cidade de São Paulo e que tenham mais de 3 meses de idade. Portanto, o CCZ emite gratuitamente o RGA somente para esses animais domésticos.

Caso você tenha outro animal doméstico e queira que ele tenha um RG Animal, você pode imprimir um modelo pela internet, porém, ele não terá a mesma validade que o RGA obrigatório, que tem os dados registrados junto ao CCZ.

Veja também!



Solicite seu empréstimo

Julia Braz de Teves: jornalista formada em 2019 pela Universidade Nove de Julho. Já atuou na área de assessoria de imprensa, e já trabalhou como auxiliar administrativa-financeira, passando, inclusive, pelo departamento pessoal.

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL