Como fazer o saque emergencial do FGTS

O benefício pode ser sacado por trabalhadores com contas ativas e inativas no FGTS. Veja como receber o valor! 

Como fazer o saque emergencial do FGTS

Quem trabalha com carteira assinada ou já teve algum registro possui o direito de receber o FGTS da empresa ou do empregador. Mesmo que o funcionário tenha sido demitido com justa causa ou pedido demissão, os depósitos do Fundo de Garantia ficarão guardados na conta da Caixa até que o titular esteja autorizado a fazer o saque do dinheiro. É obrigação da empresa depositar o Fundo de Garantia ao trabalhador, lembrando que esse valor não pode ser descontado do salário, pois trata-se de um benefício separado.

O FGTS pode ser sacado em diferentes casos: aposentadoria do trabalhador, demissão sem justa causa, rescisão de contrato por acordo, entre outras situações. O Governo Federal e a Caixa liberaram o crédito do saque emergencial do FGTS a partir de 29 de junho de 2020 para trabalhadores com contas ativas e de antigos registros profissionais. O valor do saque pode chegar até R$ 1.045, e é disponibilizado em uma única parcela pelo aplicativo Caixa Tem. Veja como sacar o recurso emergencial do FGTS e as regras para utilizar o valor liberado.

Onde receber o saque emergencial FGTS

A Caixa Econômica Federal lançou a poupança digital Caixa Tem, disponível para aparelhos Android e iOS. É por meio dela que o depósito de até R$ 1.045 será feito e o trabalhador poderá movimentar o dinheiro do saque emergencial. O banco abrirá uma conta para todos os trabalhadores que possuem contas ativas e inativas do FGTS de forma automática. O usuário, por sua vez, terá que fazer um cadastro com o seu CPF e registrar uma senha de 6 dígitos, além de confirmar outros dados pessoais durante o cadastro para abrir a poupança e receber o saldo. 

O aplicativo Caixa Tem permite que o trabalhador faça pagamentos e compras na internet utilizando o saldo disponível. O serviço também libera o saque do dinheiro e transferências de valores para outras contas, entretanto, essas operações só poderão ser feitas em um segundo momento, seguindo o calendário liberado pela Caixa. Saiba mais sobre os dias em que o crédito emergencial do FGTS será liberado e poderá ser sacado pelos titulares das contas.

Entenda o calendário de pagamentos do saque emergencial

Os cidadãos receberão o saque emergencial de acordo com o seu mês de nascimento. A liberação do dinheiro priorizará as contas inativas com saldo disponível, depois as contas ativas que possuem recursos depositados por empresas e empregadores do funcionário. Na primeira etapa do saque, os trabalhadores só poderão utilizar o valor liberado dentro do aplicativo da Caixa para fazer pagamentos e compras. Após alguns dias, o dinheiro poderá ser sacado em agências da Caixa, casas lotéricas e transferido para outras contas. Confira o calendário do banco para liberação do saque emergencial do FGTS. 

Nascidos em Depósito na Poupança Digital da Caixa Disponível para Saque em espécie ou transferência para outras contas
Janeiro 29/06/2020 25/07/2020
Fevereiro 06/07/2020 08/08/2020
Março 13/07/2020 22/08/2020
Abril 20/07/2020 05/09/2020
Maio 27/07/2020 19/09/2020
Junho 03/08/2020 03/10/2020
Julho 10/08/2020 17/10/2020
Agosto 24/08/2020 17/10/2020
Setembro 31/08/2020 31/10/2020
Outubro 08/09/2020 31/10/2020
Novembro 14/09/2020 14/11/2020
Dezembro 21/09/2020 14/11/2020

Quem tem direito ao saque?

Todos os trabalhadores que já tenham sido empregados com carteira assinada ou estejam registrados atualmente podem conseguir o saque emergencial do FGTS. Antes de abrir a poupança digital da Caixa, é importante verificar as contas do Fundo de Garantia e descobrir se há saldo disponível. Caso tenha sacado o valor das contas recentemente por conta de uma demissão ou rescisão de contrato, possivelmente não será possível receber o saque emergencial. Veja aqui como consultar o FGTS e ver os valores disponíveis.

Veja também!





Solicite seu empréstimo

Leandro Oliveira: formado em Jornalismo pela Universidade Santo Amaro. Trabalha com produção de conteúdo há 2 anos, diretamente com pautas sobre finanças pessoais e produtos financeiros. Iniciou sua carreira como estagiário em produção de conteúdo na Konkero e, hoje, ocupa a função de Assistente na criação e atualização de pautas e matérias.


Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL