Como consultar o número do PIS pelo CPF

O número do PIS pode ser consultado pelo portal Meu INSS, na internet, ou pelo aplicativo do portal no celular. Entenda!

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Quem precisa do número do PIS para consultar algum benefício do INSS, o seu extrato de contribuições, entre outros serviços, pode recuperar essa informação fazendo uma consulta pelo site do Meu INSS, pela internet, ou pelo aplicativo do portal no celular. Veja como fazer em cada caso!

Consulta pelo navegador de internet

Passo 1. Acesse o site do INSS e selecione a opção “Saiba tudo sobre o Meu INSS”, localizada na aba “Serviços” do lado esquerdo da tela.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Passo 2. Na tela seguinte, clique no retângulo amarelo “Meu INSS”.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Passo 3. Clique em “Entrar” e insira o seu CPF e senha se você já tiver cadastro no portal gov.br. Se ainda não tiver, clique em “Crie sua conta” e faça a sua inscrição preenchendo os campos com os dados necessários.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Passo 4. Ao entrar na página principal, clique na opção “Meu Cadastro”, no menu superior.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Passo 5. Desça a tela até chegar na parte “Elos CNIS”. Assim, você poderá ver qual é o seu PIS principal e o seu PIS secundário, se houver.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Consulta pelo aplicativo

Passo 1. Faça o download do aplicativo no Google Play ou na App Store, e abra o app. Clique em “Entrar”.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Passo 2. Se você já tem cadastro no portal gov.br, insira o seu CPF e senha e acesse o seu perfil. Se ainda não, selecione “Crie sua conta” e faça a sua inscrição preenchendo os campos com os dados solicitados.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

Passo 3. Ao abrir a tela inicial do seu perfil, selecione o menu superior, onde há três tracinhos. Dessa forma, você verá, na parte de cima, o seu nome, CPF e o número do PIS.

Como consultar o número do PIS pelo CPF

No portal Meu INSS, tanto pelo computador como pelo aplicativo, ainda é possível consultar e solicitar serviços, como o extrato de contribuições previdenciárias, declaração de beneficiário INSS, e até mesmo fazer uma simulação de aposentadoria.

Além dessas formas, você ainda pode consultar o número do PIS na sua Carteira de Trabalho da Previdência Social (CTPS).

O que é o número do PIS?

O número do PIS é criado quando uma pessoa entra no seu primeiro emprego com carteira registrada. Ele é uma identificação do empregado, assim como RG e CPF, mas no âmbito profissional. É por meio desse número que é possível receber benefícios do INSS, como auxílio-doença ou aposentadoria. Você ainda pode utilizar este documento para consultar o seu extrato de contribuições previdenciárias ou do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

E o abono salarial?

Um dos benefícios trabalhistas que depende do número do PIS é o abono salarial, chamado de “PIS” por muitas pessoas. Esse abono é um benefício para os trabalhadores com carteira assinada e que recebem até dois salários mínimos por mês. O valor do benefício é de até um salário mínimo vigente, ou seja, R$ 1.045.

Para ter direito ao abono salarial do PIS, é necessário cumprir alguns requisitos, como ser cadastrado no PIS ou PASEP há, no mínimo, 5 anos, e ter os seus dados enviados na RAIS do ano anterior para o Ministério do Trabalho. Este último critério é responsabilidade do empregador.

Sendo assim, quem trabalhou por mais de 30 dias no ano anterior, tem direito a receber um valor proporcional aos meses trabalhados. Para saber se você tem direito ou não, e ainda ver qual valor você poderá receber, basta fazer a consulta no aplicativo Caixa Trabalhador, disponível para download no Google Play e na App Store.

Os saques do benefício ainda devem respeitar um calendário específico, e podem ser feitos com o Cartão Cidadão nas casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nas próprias agências da Caixa, nos caixas eletrônicos. Quem não tem o Cartão Cidadão pode fazer o saque em uma agência da Caixa com um documento oficial de identificação, e quem tem uma conta individual na Caixa, pode ter o abono creditado diretamente na sua conta, desde que ela tenha movimentação e saldo.

Veja também!



Solicite seu empréstimo

Julia Braz de Teves: jornalista formada em 2019 pela Universidade Nove de Julho. Já atuou na área de assessoria de imprensa, e já trabalhou como auxiliar administrativa-financeira, passando, inclusive, pelo departamento pessoal.

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL