Título de eleitor: o que você precisa saber

  • Google+
  • LinkedIn

Descubra se é possível votar sem ele, saiba quando o documento está irregular e aprenda a justificar o voto caso precise

titulo de eleitor



As eleições estão chegando e nem todo mundo sabe como usar o título de eleitor. Será que dá para votar sem ele? Como atualizá-lo? E quem precisa justificar o voto? Não se preocupe! Ainda dá tempo de se preparar para o primeiro e o segundo turno! Então, tire estas e outras dúvidas para ficar em dia na Justiça Eleitoral.

Dá para votar sem o título?

Sim! Se você não conseguir um título novo antes das eleições ou não sabe onde ele está guardado, leve um documento de identificação com foto quando for votar – que pode ser o RG, a carteira de habilitação, o passaporte ou a carteira de trabalho.

O título de eleitor não é obrigatório, mas ele informa o número da seção eleitoral. E você só pode votar na sua sala, pois seu nome deverá estar registrado no cadastro de eleitores da urna. Para lembrar onde votar, faça a consulta no site do Tribunal Superior Eleitoral.

Quando o título está desatualizado?

Esse documento não tem prazo de validade, mas quem deixa de votar ou de justificar por três eleições consecutivas, por exemplo, terá o título cancelado. Se isso aconteceu com você, vá ao cartório eleitoral ao qual o documento pertence e regularize a situação. Na dúvida, consulte a situação eleitoral.

Como justificar o voto?

Quem não estará na cidade onde vota



Se você já sabe que não poderá ir à cidade onde vota, terá que justificar no local onde estará. Para isso, preencha o formulário de requerimento de justificativa eleitoral e entregue este papel no dia da eleição em um posto de justificativa – que fica nos locais de votação. Preencha, mas não assine o documento. A assinatura deve ser feita na presença do mesário. Se você não conseguir imprimir o documento, não tem problema. Os postos de justificativa também fornecem esse papel.

Quem estava na cidade onde vota, mas não votou

Vá ao cartório eleitoral, no prazo de até 60 dias a contar da eleição, com os documentos que comprovem a ausência. Você deverá preencher um requerimento que será dirigido ao juiz eleitoral – e ele aceitará ou não a justificativa. Como depende da avaliação de um juiz, nesse caso a justificativa não é automática.

Quem estava viajando no dia das eleições

Você pode justificar a ausência quando voltar. Para isso, preencha o formulário de Requerimento de Justificativa Eleitoral, disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), explicando o motivo que fez você perder as eleições. Entregue este documento em qualquer um dos pontos aceitos pelo Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE). Para saber qual o local da sua cidade clique aqui. Saiba que será necessário entregar documentos que comprovem o motivo da sua ausência. O prazo para essa justificativa é de 60 dias após as eleições. Mas se você ainda estiver viajando nesta data, terá um mês após o seu retorno ao país para justificar.



Quem não vota nem justifica no primeiro turno pode votar no segundo?

Sim, mas procure justificar a ausência para não ter problemas na Justiça Eleitoral.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.