Recupere o dinheiro do Bilhete Único e dos vales que você perdeu - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Recupere o dinheiro do Bilhete Único e dos vales que você perdeu

Confira as etapas para conseguir de volta o crédito depositado nos vales transporte, refeição, alimentação e no Bilhete Único.

Quem perdeu o Bilhete Único ou os vales (transporte, alimentação e refeição) não precisa se desesperar! É possível resgatar esse dinheiro sem sair no prejuízo, desde que você não leve muito tempo para resolver o problema. No geral, os passos são simples: basta avisar sobre a perda e pedir o bloqueio.

Esses cartões com benefícios costumam ficar na carteira diariamente. Logo, quem utiliza eles pode esquecer em algum estabelecimento, perder em algum lugar ou até mesmo ser vítima de algum roubo ou furto. Por isso, saiba que, mesmo com algum sinistro, é possível recuperar o saldo disponível no Bilhete Único e nos cartões de vale refeição e vale alimentação.

Normalmente, ao comprar um bilhete único, você pode registrar o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF) nesse cartão. Quem opta por cadastrar o documento, recupera com mais facilidade o dinheiro que estava carregado no cartão, porque consegue provar que é o dono do bilhete. Os estudantes e os funcionários que recebem o bilhete da empresa já estão com o CPF atrelado ao registro do cartão.

Como recuperar o saldo se você cadastrou o CPF no bilhete

1. Bloqueie o cartão

Se você mora na cidade de São Paulo (SP), entre no site da SPTrans ou ligue no telefone 156. Avise sobre a perda do cartão, informe seu CPF e peça o bloqueio.

2. Peça o resgate do dinheiro

Vá à sede da SPTrans se você mora em São Paulo ou à central de transportes da sua cidade e faça o resgate do saldo. “Somente após o bloqueio você pode pedir um novo bilhete. Nesse processo, é cobrada uma taxa de cerca de 20 reais”, explica a advogada Tatiana Viola de Queiroz, da Proteste, associação de consumidores. Como você informou o CPF, o saldo que está no cartão perdido será transferido para o bilhete novo.

Tem o bilhete por cota de tempo?

Nesse caso, a quantia paga varia de acordo com a condução que você escolhe (exclusiva para metrô, exclusiva para metrô/trem e integrada e para uso no ônibus, metrô e na CPTM). Quem perdeu esse bilhete também deve pedir o bloqueio e ir à SPTrans recuperar o saldo. “Para definir o valor que será resgatado, eles consideram o dia da perda do bilhete”, explica Tatiana.

O que fazer se o Bilhete Único não está vinculado à empresa e também não tem o seu CPF

Quem usa o cartão por conta própria e não colocou o CPF terá mais dificuldade para resgatar o dinheiro. “A única saída para essa situação é procurar o papel que você recebeu quando comprou o bilhete. Ele tem o número da sua compra, então, você poderia usar esse cadastro para recuperar o dinheiro do cartão”, explica a advogada da Proteste. Se você jogou o papel fora e não cadastrou o CPF, infelizmente perderá esse dinheiro. “Em uma próxima compra, lembre-se de atrelar o bilhete ao CPF”, orienta.

Fique atento!

A SPTrans está cadastrando novos cartões do Bilhete Único apenas com foto, CPF e RG do usuário, o que limita a emissão de novos cartões sem identificação e facilita a recuperação do saldo em caso de roubos ou danificação do cartão. Quando for emitir um novo Bilhete Único, faça o cadastro no site da SPTrans ou leve uma foto 3X4 e um documento até um dos postos e solicite um novo cartão.

Como recuperar o vale transporte, vale refeição ou vale alimentação

Em relação ao vale-transporte (VT), avise o setor de Recursos Humanos (RH) da empresa. São eles que devem pedir o bloqueio e a transferência do valor perdido. No caso do vale-refeição (VR) e do vale-alimentação (VA), o prejuízo será menor do que perder o vale-transporte ou o Bilhete Único. Isso porque, após três tentativas digitando a senha errada do cartão, ele será bloqueado automaticamente. “E por isso é tão importante decorar essa senha em vez de deixá-la anotada perto do cartão”, alerta Tatiana. Mesmo assim, não deixe de avisar a empresa o mais rápido possível para que o RH possa pedir o bloqueio. Feito isso, o cartão será cancelado e os créditos irão para o novo vale.

Veja também!