Novo RG: tudo o que você precisa saber - Konkero

Novo RG: tudo o que você precisa saber

Veja tudo o que vai mudar no novo modelo do documento de identificação e saiba como ter o seu novo RG.

A partir de agosto de 2019, os cidadãos podem contar com a emissão de um novo modelo de documento de identificação. Por enquanto, a novidade está presente apenas em nove estados do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Goiás, Acre, Maranhão, Ceará, Paraná e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

O novo RG conta com a inscrição de outros documentos, como CPF, número do PIS, entre outros, o que facilita em casos que são necessários todos esses documentos. Veja mais detalhes sobre o documento e saiba como fazer o seu.

Como é o novo RG?

A principal diferença entre o antigo RG e o novo é a possibilidade da união de vários documentos em uma única cédula. Os documentos que foram acrescentados à carteira de identidade foram o CPF, o número da CTPS, título de eleitor, PIS/NIT/PASEP, certificado militar, carteira nacional de habilitação, identidade profissional e carteira nacional de saúde. Pessoas com necessidades especiais também poderão incluir no documento os respectivos indicativos e o tipo sanguíneo.

Além disso, também será permitida, na emissão do novo RG, a inclusão do nome social sem a necessidade de alteração no registro geral. Embora o documento tenha novas dimensões, com medidas reduzidas, ele carregará mais informações do que anteriormente.

O novo modelo ainda confere mais segurança contra fraudes, uma vez que possui um QR Code, para garantir a autenticidade do documento.

E o RG antigo?

Cidadãos que possuem a versão antiga do RG não são obrigados a emitir uma segunda via do documento para ter o novo modelo. Assim, a versão antiga continua sendo válida. No entanto, pessoas que vão tirar a primeira via do RG já terão o novo modelo, assim como quem precisa tirar a segunda via.

Como tirar o novo RG?

Para emitir o novo RG, basta comparecer ao posto do Poupatempo mais próximo ou de sua preferência com os seus documentos pessoais. Mas não se esqueça: é necessário fazer o agendamento para ser atendido. Você pode agendar rapidamente online, pelo site do Poupatempo do seu estado.

Veja também!