Descubra se você mora perto de uma região com bom atendimento médico

  • Google+
  • LinkedIn

O site Caixa Preta da Saúde possui registros de todas as áreas do país com denúncias sobre hospitais, postos e unidades de saúde. Saiba como registrar uma queixa!

Entenda o reajuste nos planos de saúde individuais e familiares



Muitos locais do país têm uma situação caótica na saúde: atendimento ruim em hospitais e falta de recursos em postos. Os problemas registrados vão de falta de leitos e remédios a demora em atender o doente. Pensando em diminuir a frequência desse tipo de situação, o site Caixa Preta da Saúde foi criado. Ele é uma plataforma para os usuários registrarem todos os abusos que ocorrem na área da saúde do local onde moram, seja qual for a região do país.

Como funciona

Ao acessar a Caixa Preta da Saúde, o usuário se depara com um mapa do Brasil preenchido por cruzes pretas. Elas representam cada denúncia registrada no site, seja ela de hospitais e postos ou unidades de saúde. Para saber se o atendimento perto da sua casa já foi denunciado, basta escolher o estado onde mora e clicar na cruz que representa a área dele. É possível saber o nome e data em que este local foi denunciado. Além disso, dá para ler um depoimento completo do que levou o denunciante a registrar a situação pela qual passou, ver fotos que tenham sido publicadas e até assistir a vídeos com o flagrante feito.

Uma das maiores vantagens do Caixa Preta da Saúde é a possibilidade de ver qual região do país é a mais caótica – de acordo com os registros do site, que são as áreas mais ocupadas por cruzes. Ao acessar uma denúncia, você pode compartilhá-la pelo Facebook ou Twitter para informar aos seus contatos como foi o tratamento dado por aquele determinado hospital ou posto de saúde aos pacientes.

Podem existir dois tipos de situação ao escolher uma cruz: se a região já foi denunciada, você verá os motivos; se ela ainda não registrou queixa, você pode ser o primeiro a fazê-la.

Como denunciar

Nessa segunda opção, o site oferece a possibilidade da denúncia. Para isso, é necessário se cadastrar na Caixa Preta da Saúde. Para saber as cláusulas do cadastro, entre no site e clique em termos de uso.

Após esse preenchimento, você deve completar dados como o nome do hospital, posto ou unidade de saúde que quer denunciar, explicar de que rede ele é – estadual, municipal, particular ou de outro tipo. Você tem a opção de acrescentar fotos ou vídeos à queixa. A seguir, é preciso colocar nome e-mail pessoais para completar a denúncia. Assim que o processo for concluído, o seu registro fica no site com o nome e a data em que foram realizados.



Vantagens para você

Além de oferecer um panorama da situação na saúde em diversas regiões do Brasil, a Caixa Preta da Saúde tem ainda mais uma utilidade: saber qual o melhor local de atendimento perto de onde mora.

O fato de você ter acesso a vídeos e fotos é outro ponto positivo: eles comprovam a denúncia e dão uma ideia do nível de atendimento naquele local para o usuário do site. Muitas vezes, apenas o registro escrito não é suficiente para dar a dimensão do problema, enquanto as imagens vão dar uma boa ideia do tamanho do caos que você pode encontrar.

A Caixa Preta da Saúde possui um ranking com os estados mais denunciados do país. Os líderes são São Paulo, com mais de 1.000 denúncias, e Minas Gerais, com mais de 400 queixas dos usuários. O site disponibiliza, também, telefones úteis, como o do Ministério da Saúde (61 3315 – 2425) e o Disque Saúde (136).



Outro jeito de denunciar

Se, além de denunciar a situação da região perto da onde mora para os usuários do site você achar necessário levar o caso à justiça, saiba que outra opção é registrar a queixa no Conselho Federal de Medicina (CFM). Para fazer a denúncia, é preciso preencher um formulário no site do CFM, imprimi-lo e levá-lo ao Conselho Regional de Medicina de onde aconteceram os fatos. Para acompanhar o processo clique aqui.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.