Como consultar extrato da Previdência Social: passo a passo - Konkero
ATENÇÃO! Nunca solicitamos depósito ou pagamento para liberação de empréstimo. Isso é ilegal.

Como consultar extrato da Previdência Social: passo a passo

Pela internet, o trabalhador consegue consultar o extrato previdenciário e acompanhar as contribuições e vínculos com empresas. Saiba como! 

Os trabalhadores com carteira assinada contribuem todos os meses com o INSS por meio do desconto que ocorre no salário pago pela empresa. O valor da contribuição varia entre 7,5% e 14%, e é descontado de forma automática. Já os profissionais autônomos e donas de casa que não possuem esse tipo de vínculo empregatício costumam contribuir pela GPS, mais conhecido como o carnê do INSS.

As contribuições à Previdência Social garantem a aposentadoria para o beneficiário quando ele tiver a idade adequada e chegar ao tempo de contribuição previsto pelo INSS. Além desse benefício, em caso de acidentes que impossibilitem o trabalhador de exercer a função, ele terá a ajuda da Previdência Social durante o tempo que precisar ficar afastado da empresa.

É importante acompanhar o extrato previdenciário para localizar as empresas que fizeram as devidas contribuições ao INSS e descobrir há quanto tempo ocorrem esses pagamentos. A partir dessas informações, o beneficiário consegue descobrir o quanto falta para dar entrada na aposentadoria e se as contribuições estão ocorrendo de forma regular.

O extrato da Previdência Social pode ser consultado online pela página do Meu INSS de forma rápida e mais prática. Confira abaixo o passo a passo para fazer a consulta!

Extrato da Previdência Social: como consultar

Antes de conferir o extrato de contribuições do INSS, o interessado precisará abrir um cadastro no sistema único de programas do Governo Federal. A inscrição garante acesso às informações previdenciárias e a outros serviços que precisem de autenticação eletrônica. Portanto, ao cadastrar o seu CPF, guarde bem a senha para conseguir fazer outras consultas pela internet.

Passo 1. Acesse o site do cadastro do Governo Federal e clique na opção “Crie sua conta gov.br”. A ação encaminhará o usuário até uma lista de opções de cadastro. Nela, ele terá que informar como deseja fazer a inscrição na plataforma. Clique em “Número do CPF”, que é a forma mais fácil e rápida de conseguir o acesso. Veja os exemplos abaixo:

Passo 2. Na página seguinte, o beneficiário da Previdência Social terá que informar alguns dados para começar o cadastro, como o CPF e o nome completo, e aceitar os termos de uso da plataforma. Após isso, clique no botão “Avançar”. Para habilitar a inscrição e a senha, será necessário informar um telefone celular e e-mail. Por SMS ou na caixa de entrada do e-mail, o usuário receberá um código de confirmação para ativar a conta e acessar os seus dados do INSS, incluindo o extrato previdenciário.

Passo 3. Quando a conta estiver verificada e pronta para uso, o usuário deverá retornar à página inicial do site e efetuar o login com o CPF e a senha cadastrada, como na imagem abaixo.

Passo 4. Depois de fazer o login no cadastro do Governo Federal, o contribuinte do INSS terá 15 minutos para fazer a consulta na plataforma. Após esse tempo, ele terá que fazer login novamente para fazer outras solicitações. Para acessar o extrato da Previdência Social, clique em “Ir ao Meu INSS”. O beneficiário será direcionado aos serviços online do INSS.

Passo 5. Nesta página, o contribuinte conseguirá fazer diferentes solicitações, além de consultar o extrato da Previdência Social. É possível fazer agendamentos, obter resultados de perícias, consultar a carta de concessão do benefício, entre outros serviços. Para ver o extrato da Previdência Social, basta clicar no botão “Extrato de Contribuição (CNIS)”. Automaticamente, a página abrirá os registros do trabalhador e todas as contribuições que já foram feitas ao INSS. Veja os exemplos abaixo:

Extrato da Previdência Social: como consultar na unidade do INSS

Os contribuintes do INSS que quiserem consultar o extrato da Previdência Social também podem ir até uma agência do órgão e emitir o documento, no entanto, essa operação precisa ser agendada pelo próprio sistema eletrônico Meu INSS ou pelo telefone da Previdência, o 135. Para o agendamento eletrônico, basta escolher a opção  “Agendamentos/ Solicitações” na página do INSS e localizar a agência mais próxima da sua residência e o melhor horário de atendimento.

No telefone 135 do INSS, ligue de segunda-feira a sábado, das 07h00 às 22h00 e faça um agendamento no ponto de atendimento mais próximo. Lembre-se de apresentar a documentação completa para que o extrato de contribuição possa ser emitido de forma mais rápida. Veja abaixo a relação dos documentos:

  • Procuração ou termo de representação legal;
  • RG, carteira de motorista, carteira de trabalho ou outro documento de identificação (procurador e/ou do próprio beneficiário);
  • CPF (procurador e/ou do próprio beneficiário).

Veja também!