As 3 maneiras para regularizar o CPF - Konkero

As 3 maneiras para regularizar o CPF

Está com o CPF suspenso ou pendente de regularização? Veja agora as 3 maneiras para resolver essa situação!

O CPF – Cadastro de Pessoas Físicas é um dos documentos de identificação dos brasileiros e, por isso, é muito importante para diversas ocasiões. Como ele é solicitado nas mais variadas situações (em empréstimos, financiamentos e até compras), é fundamental que a sua situação cadastral junto à Receita Federal esteja regular; a não regularização pode trazer vários problemas.

Há alguns fatores que fazem com que o CPF fique irregular. Quando o cidadão não entrega a Declaração de Imposto de Renda devida, o documento fica pendente de regularização. Já se alguma informação no cadastro está errada ou incompleta, ele fica suspenso. Se ele for cancelado ou nulo, é porque houve multiplicidade de inscrições, ou uma decisão administrativa ou judicial, ou o falecimento do titular ou, ainda, a constatação de fraude na inscrição do CPF.

Nos casos de CPF nulo ou cancelado, não é possível regularizar a situação e voltar a utilizar o documento. No entanto, documentos pendentes de regularização e suspensos podem e devem ser regularizados, a fim de evitar dificuldades futuras. Confira 3 maneiras para resolver essa situação!

1. Pelo site da Receita Federal

Caso o seu CPF esteja suspenso, você pode solicitar gratuitamente a regularização pelo próprio site da Receita Federal. Na página principal, clique em “CPF” e depois em “Regularizar Cadastro CPF”. Escolha a opção “Pela internet, se o CPF estiver na situação cadastral suspensa” e preencha os campos do pedido de regularização, inserindo corretamente todos os dados solicitados. Depois, é só clicar em “Enviar” e aguardar. Acompanhe o resultado do seu requerimento consultando a sua situação cadastral. Mas lembre-se: esta forma só é válida para documentos que estejam suspensos.

2. Presencialmente

Se você não conseguir fazer a solicitação online, você também pode ir até uma agência da Caixa Econômica, do Banco do Brasil ou dos Correios e fazer o requerimento da regularização lá mesmo. No entanto, você deverá pagar R$ 7 por isso.

A regularização de documentos de pessoas falecidas ou residentes no exterior também deve ser feita presencialmente, mas em uma Unidade de Atendimento da Receita Federal. Sendo assim, se você precisa regularizar o CPF de algum parente falecido, é necessário agendar o atendimento na unidade de sua preferência para fazer a solicitação. Da mesma forma, se você estiver morando no exterior, quando vier para o Brasil, deverá fazer o agendamento e comparecer na unidade escolhida. Faça o agendamento por aqui.

Não deixe de levar os documentos necessários, que são:

  • Documento de identificação que conste a naturalidade, filiação e data de nascimento, como o RG;
  • Número do CPF;
  • Título de eleitor.

3. Entregando as declarações de IRPF atrasadas

Um dos motivos que faz com que o CPF fique pendente de regularização é a não entrega da Declaração de Imposto de Renda de algum ano. Se você não fez essa entrega, será preciso confeccionar a declaração atrasada e fazer a sua transmissão. Você também pode contratar um contador para fazer isso para você.

Como saber se deu certo?

Para saber se a sua solicitação foi aceita, é só consultar a situação cadastral do CPF no próprio site da Receita Federal, informando o número do seu CPF e a sua data de nascimento. Confira o passo a passo deste processo aqui.

Veja também!