Aplicativo Rascunho para declaração do Imposto de Renda

Ele é um aplicativo da Receita Federal e serve para o contribuinte anotar todos os gastos ao longo do ano. Veja como ele funciona e decida se vale a pena usar este programa!

A Receita Federal lançou um aplicativo para tentar facilitar o momento da declaração do Imposto de Renda. Chamado de Programa Rascunho, ele permite que você preencha os gastos ao longo do ano, como pagamento da escola ou do dentista, para que esses dados não se percam na hora de fazer a declaração. Neste rascunho, se o contribuinte vender uma moto em janeiro, por exemplo, pode inserir esta informação em vez de guardar recibos e dados do comprador que só usaria no dia da declaração. Entenda mais!

Saiba usar o aplicativo Rascunho da Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física

Os campos deste aplicativo são os mesmos que a declaração preenchida possui. Tanto os contribuintes que declaram o IR pelo formulário completo quanto quem usa o modelo simplificado podem usá-lo, inserindo também despesas com dependentes, rendimentos, movimentação de bens e direitos, além de pagamentos feitos entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano anterior à declaração. Por exemplo, as informações inseridas no aplicativo entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2016 podem ser usadas para facilitar o preenchimento da declaração de Imposto de Renda do ano de 2017.

Para usar e salvar os dados inseridos no aplicativo, é necessário criar uma palavra-chave ou senha que permite acesso às informações cadastradas. Quem perder ou esquecer essa senha terá que preencher tudo novamente, pois, infelizmente, não é possível recuperá-la.

Vale lembrar que os dados do rascunho não serão usados para calcular antecipadamente o imposto devido. Este aplicativo armazena os dados na Receita, e eles podem ser usados para te auxiliar no preenchimento da declaração de Imposto de Renda 2017, feita entre os meses de março e abril.

Como baixar o aplicativo Rascunho da Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física

O aplicativo pode ser usado em computadores, tablets e smartphones, desde que estes tenham acesso à internet. Clique aqui para ir ao site da Receita Federal.

Para tablets e smartphones, ele está dentro do APP IRPF, disponível nas lojas Google Play, para o sistema Android, ou na App Store, em sistema iOS.

O uso deste aplicativo não é obrigatório, ele visa apenas facilitar a vida do contribuinte. Assim como esta novidade não elimina a declaração pré-preenchida que foi lançada pela Receita para o Imposto de Renda de 2014.

As regras da declaração do imposto de renda pessoa física não mudam: o contribuinte deve continuar guardando seus recibos durante cinco anos. No momento de preencher a declaração completa, entre os meses de março e abril, o usuário deve importar todos os dados preenchidos no rascunho. Depois, ele será eliminado do banco de dados da Receita. As informações estarão disponíveis até 28 de fevereiro de 2017. Após essa data, período em que começa a declaração preenchida, o programa não estará mais acessível.

Veja também!




comentários