“Alô, quero falar!”: soluções propostas pela Konkero

  • Google+
  • LinkedIn

A equipe da Konkero tentou por mais de um mês agendar com as operadoras de celular a entrega da carta de reclamação, que atingiu o tamanho de um prédio de 18 andares.

Com exceção da Nextel, todas as empresas se recusaram a receber a nossa equipe.



Por conta disso, a Konkero começou a buscar soluções para melhorar o sistema de telefonia celular brasileiro. Depois de uma pesquisa ampla, identificamos três principais problemas:

Falhas no sinal

A falta de sinal para fazer ligações, enviar SMS ou acessar a internet foi a principal reclamação dos usuários.

Solução Konkero:  Estamos desenvolvendo um aplicativo na web para que as pessoas consultem onde estão as antenas de celular de todas as operadoras, antes de comprar um aparelho. A busca não melhora o sinal, mas evita que o usuário feche um plano com uma operadora que investe pouco em sua cidade.

Comunicação pouco clara na venda

A Konkero visitou lojas das cinco operadoras relatadas na ação e identificou a falta de divulgação dos preços de todos os serviços. A equipe verificou que não fica claro nos panfletos o valor cobrado por excedentes, como os custos de envio de SMS, DDD e roaming.

Solução Konkero: Publicaremos no site da Konkero os detalhes de tudo o que você deve verificar antes de fechar um plano de celular.  Também vamos procurar a imprensa e entidades de defesa do consumidor para despertar a atenção para esse problema.



Contrato sem os detalhes do plano fechado

A equipe também identificou que muitos contratos são fechados sem todos os detalhes do plano contratado (custos extras, velocidade de internet, limite dos pacotes etc.).



Solução Konkero: Publicaremos no site tudo o que você deve detalhar no contrato antes de assinar, caso o vendedor deixe de preencher.  Também vamos procurar a imprensa e entidades de defesa do consumidor para despertar a atenção para esse problema.

Clique nos links para conferir o resultado completo da ação e a resposta das operadoras.
“Alô, quero falar!”: resultado final da ação
“Alô, quero falar!”: resposta das operadoras





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.