Qual o momento de desistir do seu negócio?

  • Google+
  • LinkedIn

Não perca tempo nem dinheiro. Aprenda a identificar o momento certo de abrir mão da sua empresa e procurar outra fonte de renda

fechar negocio



Abrir uma empresa envolve riscos e, infelizmente, um deles é o negócio quebrar. Sem dúvida, um bom planejamento aumenta as chances de sucesso, mas ele não funciona sozinho: você precisa gerenciar a empresa e conhecer bem seu público. Quando o sucesso não vem e o prejuízo se torna algo frequente, talvez seja a hora de repensar essa decisão. “De cada 100 empresas, 27 não chegam ao final do primeiro ano. Nos três primeiros meses, por exemplo, é normal não ter lucro, mas a cultura de que ‘tudo vai dar certo no final’ pode atrapalhar o empreendedor, que não vai enxergar as falhas no empreendimento”, explica o consultor do Sebrae SP, Ruy Soares. Está na dúvida se o seu negócio ainda vale o investimento? Confira três situações em que é preciso repensar a sua fonte de renda atual.

1. Pouco ou nenhum retorno financeiro

Só os resultados negativos não definem se a sua empresa ainda pode ser um sucesso. Períodos ruins existem e fazem parte da dinâmica do mercado, mas é preciso ficar atento. “A falta de fôlego financeiro para aguentar as fases seguintes é um indicativo preocupante. Ou seja, se você passou por um período ruim, mas a empresa ainda dá lucro para investimentos futuros, sem problemas. Agora se essa perspectiva não existe, fica muito difícil a empresa se manter”, explica Ruy Soares.

2. Insatisfação pessoal

Não estar feliz no trabalho pode ser um motivo para abrir mão do negócio. Sem motivação para batalhar pela empresa, as chances de dar errado aumentam bastante. O consultor do Sebrae propõe um questionamento pessoal. “Pergunte a você mesmo o que está errado, por que não sente prazer no que estou fazendo, se existe alguma maneira de mudar o negócio sem mexer na empresa. Caso estas respostas não resolvam o problema, a melhor saída é vender seu negócio”, orienta. Se optar pela venda, saiba que dificilmente você encontrará um comprador se mantiver esta postura desanimada. Nesse caso, é preciso saber ver os pontos da empresa que merecem destaque.

3. Incerteza sobre fazer uma sociedade

Esta decisão deve ser bem avaliada desde o início do negócio, afinal, nem todos são bons sócios. Sem contar que parentes e amigos podem ter um bom relacionamento pessoal com você, mas se tornarem um desastre no trabalho. “Para ter uma sociedade feliz, os gestores devem buscar personalidades que se completem”, orienta o especialista do Sebrae-SP. Isso significa que se você for bom em vendas, procure um sócio que saiba administrar as contas. E não deixe de definir os papeis de cada um assim como a divisão financeira, antes de acertar a sociedade. “Ter definida a participação no negócio, dividir as responsabilidades, exercitar a tolerância e, principalmente, ser transparente são atitudes essenciais para o bom funcionamento da empresa”, indica Rui Soares.

Para fazer acontecer
Quer levar o negócio por mais algum tempo? Não tem problema! Confira quatro ações que podem ajudá-lo a virar o jogo.

– Estabeleça metas



A falta de planejamento está entre os principais motivos da falta de sucesso das empresas. O empresário deve assumir riscos sem correr riscos! E isso significa ter metas estabelecidas, além de saber o que esperar para o futuro. Com essas estratégias, fica mais fácil manter o foco do seu negócio.

– Mantenha-se informado

Atualize seus conhecimentos sempre! Conheça o seu público, o mercado da sua empresa, as inovações que estão acontecendo na área. Saiba que comprometimento e dedicação fazem muita diferença!

– Fique ligado nas contas

“Desde o início, é importante estabelecer o salário do gestor da empresa, chamado de pró-labore”, indica o consultor do Sebrae. Mesmo que a empresa não gere lucros, você deve tirar o seu salário desde o primeiro mês. Isso evita que você se engane achando que está obtendo lucros quando, na verdade, o negócio dá prejuízo.

– Cuide da imagem da empresa



Mesmo se você cometer um deslize, saiba que decisões erradas podem ser corrigidas. E voltar atrás mostra aos clientes e ao mercado que você está disposto a melhorar. Crie uma Fanpage da sua empresa no Facebook para facilitar o canal de com o seu consumidor!

Você está preparado para começar uma empresa? Fique por dentro de 5 fatos que ninguém te conta quando você decide abrir um negócio.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.