Como abrir o próprio negócio I – O que saber antes de abrir uma empresa

  • Google+
  • LinkedIn

Se você pretende abrir uma empresa, descubra quais são as perguntas que precisa se fazer antes disso. Confira!

Como abrir o próprio negócio 1



Você já desejou ser dono do próprio negócio? Pois é, muitos trabalhadores têm este mesmo sonho. Afinal, flexibilidade de horários, autonomia para tomar as decisões do negócio e a possibilidade de ganhar mais são opções tentadoras.

Mas antes de abrir uma empresa, pense se você está pronto para administrar um negócio. “O grande problema de muitas empresas é que os empreendedores não se preparam”, afirma o professor de finanças do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), Alexandre Chaia.

O que você gosta de fazer?

Se você está se sentindo seguro para começar, provavelmente já se imaginou trabalhando em algumas áreas. E isso é bom! “A primeira pergunta que deve ser respondida é: o que você gosta de fazer. E a segunda, se você entende mesmo disso”, orienta o consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) de São Paulo, Antônio Carlos Ribeiro.

Escolher uma área em que você gosta de trabalhar faz muita diferença. Mas apenas isso não basta. Por exemplo, se você gosta de cozinhar e quer abrir um restaurante, pode se sair muito bem na área. Mas você também precisa entender como é o dia a dia de um empresário. Além de ter a ideia, é importante saber administrá-la. “O empresário tem que conhecer o negócio. Para isso, ele pode fazer um estágio em outro restaurante antes de abrir o dele, por exemplo”, exemplifica Ribeiro.

Outra saída é procurar uma franquia, aquele modelo de loja em que você compra o direito de usar uma marca que já existe e pode vender os produtos dela, como a Casa do Pão de Queijo, a Imaginarium, entre outras. Apesar de ser um negócio mais seguro, depende muito do trabalho do dono para crescer. Entenda mais sobre abrir uma franquia aqui.

Conseguindo o dinheiro

Para começar qualquer negócio você precisa investir uma grana logo no começo. O ideal é fazer uma reserva financeira antes de abrir o negócio, que junte os custos para abrir e manter essa empresa nos primeiros meses.

Se guardar a grana está difícil, pegar um empréstimo pode ser uma saída, apesar dos riscos. “Quando você não tem todo o dinheiro, não vejo problemas. Mas é preciso se planejar para não ser surpreendido no meio do caminho com as despesas”, alerta Alexandre Chaia.



Alguns bancos disponibilizam linhas de crédito para pequenos empreendedores que querem começar ou expandir um negócio. Clique nos links e confira:

Planeje antes de começar

Faça um plano de negócios. Ele é decisivo para a empresa dar certo. Quase 35% dos novos negócios não passam do primeiro ano justamente por falta de programação. “Normalmente o empresário não planeja os gastos, o estoque, os impostos e nem faz um fundo de reserva. E aí acaba pegando um empréstimo pessoal, que é caro, para sustentar tudo”, alerta o professor do Insper.

Fazer esse planejamento não é tão complicado, mas exige atenção. Se você está pensando em abrir um carrinho de lanches, por exemplo, deve considerar onde será o ponto, quais serão os concorrentes é até quantas unidades precisará vender para pagar os custos e ainda ter lucro. Clique aqui e confira as dicas do Sebrae para quem quer fazer o plano de negócios da empresa.



Desenvolva habilidades de empresário!

Você deseja abrir a empresa, mas não entende muito sobre negócios? Tudo bem! Dá para se especializar procurando cursos ou conversando com empresários mais experientes. O Sebrae, por exemplo, oferece uma série de cursos online e gratuitos que ajudam a capacitar quem vai começar ou já começou um negócio. Clique aqui e confira.


Você conheceu os primeiros pontos que deve considerar antes de abrir um negócio. Agora é hora saber como abrir e legalizar a sua empresa. Clique aqui e confira.
Anterior Próximo





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.