6 dicas de negócio da empresária que fatura milhões!

  • Google+
  • LinkedIn

Aprenda a alcançar o sucesso com Heloísa Assis, a criadora do Beleza Natural, que  começou com um salão de bairro e hoje atende mais de 100 mil clientes por mês em todo país!

6 dicas de negócio da empresária que fatura milhões!



Determinação, força de vontade, foco e amor pelo trabalho. Estas quatro qualidades marcam a trajetória de uma das empresárias mais bem-sucedidas do país, Heloísa Assis, também conhecida como Zica. Ela criou uma fórmula para tratar cabelos crespos e montou um salão na Tijuca, Rio de Janeiro, em 1993. Hoje, 13 anos depois, Zica atende mais de 100 mil clientes em todo país.

Por este – e tantos outros motivos – a Konkero conversou com a empresária e pediu as seis dicas fundamentais que ela daria para ajudar quem vai abrir um negócio. Confira e inspire-se com a história dessa batalhadora!

As seis dicas de Zica para quem sonha ter o próprio negócio

1. Ame seu trabalho

“Para começar qualquer negócio, é importante amar verdadeiramente o ramo no qual você vai atuar ou pretende investir. O trabalho só é bem feito quando se gosta verdadeiramente do que se faz. Minha história, por exemplo, começou assim. Meus cabelos eram muito crespos e sem maleabilidade, o que me incomodava muito. Então, eu resolvi estudar para ser cabeleireira porque eu acreditava que se conhecesse meu fio, poderia fazer alguma coisa para melhorar minha situação. E, na verdade, eu não me conformava em ter de alisar os cabelos para ficar com um aspecto razoável. Eu queria aquele visual tão sonhado de cabelos naturais, cheios de cachos, com brilho, maciez e beleza. Passei muitos anos me dedicando a isso e, quando cheguei à fórmula certa, além de ficar extremamente feliz com o resultado, percebi que poderia levar essa solução para várias pessoas da comunidade que tinham o mesmo problema que eu”.

2. Conheça bem o mercado

“70% das mulheres brasileiras têm cabelos crespos ou ondulados em algum nível. Mas essa tentativa desesperada por alisamento, que existia no passado, já não é mais assim. A mulher de cabelos crespos se vê nas novelas, nos comerciais. Por que não assumir isso? E foi aí que eu vi no mercado uma oportunidade de ajudar a mulher a assumir sua beleza original, além de uma real necessidade de um produto que suprisse essa demanda. Então, fui atrás da fórumla de um produto que proporcionasse felicidade por meio do aumento da auto-estima, que viria com o ótimo resultado final dos cachos definidos e soltos”.

Precisa de dinheiro para abrir o seu negócio? Solicite um refinanciamento de imóvel

3. Tenha perseverança

“Afinal, começar um negócio não é fácil. E complicações vão aparecer ao longo do caminho. Por isso, é fundamental correr atrás dos seus sonhos sem desistir diante da primeira dificuldade! No começo, eu convencia os fornecedores dos salões onde eu trabalhava a trazerem matérias-primas para que eu fizesse as misturas. Muitas quedas de cabelo e mudança nas texturas dos fios foram conseqüências desse processo. E, mesmo depois ainda surgiram dificuldades. Por exemplo, tentamos mudar o foco do nosso negócio uma vez na tentativa de fazer um salão diferenciado, que funcionasse para todos os públicos. E isso também não deu certo, tanto que repensar a estratégia de atendimento para retomar nosso objetivo inicial”.

Empréstimo online com juros baixos

A Biva oferece até R$ 50 mil em empréstimo para sua empresa. Solicite aqui



4. Mantenha-se atualizada

“É imprescindível estudar e buscar novos conhecimentos, pesquisar realmente o mercado em que vai atuar para saber quais as condições dele e identificar as necessidades do seu público alvo. Antes de entrar nesse ramo, eu tinha trabalhado em muitos empregos diferentes. Fui babá, fiz faxina e vendi cosméticos. Até que um dia me inscrevi no curso de cabeleireiro na igreja da comunidade e comecei a aprender tudo que o mercado oferecia. Depois, por mais 10 anos estudei sobre a estrutura do fio crespo e passava a maior parte do tempo misturando e testando cremes e produtos até encontrar a fórmula que procurava. Mas conhecer só o mercado não basta. Você precisa estar atenta às exigências na hora de montar o negócio, por exemplo. Certamente é uma furada deixar de pagar algum imposto ou fazer algo que torne sua empresa ilegal, pois você pode sofrer uma cobrança no futuro que talvez te prejudique bastante. Além disso, é muito importante estar por dentro das questões trabalhistas, imprensa, impostos e tributos”.

5. Cultive bons relacionamentos e contatos

“É importante cercar-se de profissionais que te ajudem e tenham conhecimento em diversas áreas. Ninguém faz nada sozinho, portanto, junte-se a pessoas competentes e do bem, que tenham os mesmo objetivos que você”.

6. Compartilhe seu sucesso

“Procure, por meio do seu trabalho, ajudar pessoas a sua volta! Esta é uma excelente forma de gerar emprego e ajudar o Brasil a crescer mais. Quando sua área profissional traz uma grande satisfação para você, não só financeiramente, é o sinal mais evidente de um verdadeiro sucesso profissional. No caso do Beleza Natural, a nossa ideia principal sempre foi ajudar mulheres que têm cabelos crespos a deixá-los bonitos naturalmente, com cachos definidos e hidratados em vez de fazer alisamentos. Queremos que as clientes saiam de lá se sentindo mais bonitas e, portanto, mais felizes!”.



zica

“Tenha muita determinação, força de vontade e procure aprender um ofício e se dedicar a este aprendizado. Tudo isso sem perder o foco do que é realmente o seu objetivo.” – Heloísa Assis (Zica).





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.