5 fatos que ninguém te conta quando você decide abrir um negócio

  • Google+
  • LinkedIn

Ser o próprio chefe e ter um horário flexível. Será que tudo isso é mito? Montar o próprio negócio não é tão simples quanto parece. Descubra o que está envolvido no processo de ter um empreendimento só seu

créditos: JaysonPhotography / Shutterstock.com
créditos: JaysonPhotography / Shutterstock.com

Ter o próprio negócio é o sonho de muita gente. A possibilidade de trabalhar com o que se gosta, ter controle sobre o próprio tempo e não prestar contas a chefe nenhum são impressões comuns de quem quer ser empresário. Mas nem sempre tudo funciona dessa maneira. A professora de administração da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e coordenadora do núcleo de empreendedorismo da faculdade, Rose Mary Almeida Lopes, alerta sobre estes equívocos. “Existem vários mitos envolvidos na abertura de um negócio. A ilusão de tempo livre e de domínio sobre a própria agenda são os mais comuns, mas a verdade é que quem realmente tem paixão pelo que faz não se desliga nunca do trabalho”, comenta.



Mesmo assim, você não precisa desistir dessa ideia! Basta ter clareza sobre qual será esse novo estilo de vida. Por isso, confira cinco fatos importantes sobre ter o próprio negócio.

1. Você não tira férias

Montar uma empresa e ter lucros leva algum tempo. Então, até que você tenha um negócio consolidado, pode dar adeus à possibilidade de sair de férias. “Estruturar um negócio a ponto de ter colaboradores em que você confie leva tempo. Sem contar que em muitos casos os clientes se acostumaram com o seu gerenciamento, e uma mudança no gestor, mesmo que temporária, pode afastá-los do seu empreendimento”, explica a Rose Mary. E estes são apenas alguns motivos que fazem um empresário não sair de férias com tanta facilidade quanto um funcionário contratado.

2. Você não faz só o que gosta

Estar na posição de funcionário é muito diferente de ser o dono. Pode parecer óbvio, mas isso é algo que você precisa ter em mente: o trabalho muda o tempo todo. “Ter um negócio envolve aspectos jurídicos, tributários e trabalhistas com os quais você vai ter que lidar. Mesmo que você tenha um contador, precisará de conhecimentos que você nem imaginava”, explica especialista em empreendedorismo da ESPM. Nem sempre estes assuntos são interessantes, então, montar um negócio na área que você ama está longe da ideia de “fazer só o que você gosta”.

3. O lado ruim de ser chefe

Lidar com funcionários não é tão simples! Você precisa encontrar profissionais comprometidos com o seu negócio e que sejam confiáveis, além de lidar com demissões e processos seletivos. “A figura do chefe pode receber uma projeção negativa simplesmente pelo fato de ele ser o chefe. Então, você tem que estar preparado para as críticas”, explica a professora de administração.



4. É preciso encarar a pressão

Não ter chefe é uma ilusão, pois ao abrir uma empresa você acabou de adquirir uma centena de chefes: os seus clientes! “O dono deve lidar com a pressão de oferecer o melhor atendimento ao cliente. Além disso, é preciso estar sempre em busca de clientes novos, sem contar a pressão financeira, afinal, você tem um faturamento pra cumprir e tem que gerar resultados”, explica Rose Mary.

5. Sabendo lidar com os imprevistos



Copa do mundo, crise econômica, mudança repentina de clima. Imprevistos são frequentes quando você decide abrir o seu negócio. “Quando você é funcionário, não importa o que aconteça: seu salário sempre cai na conta. Agora que você é o dono, tudo mudou. Os eventos no país, as mudanças na economia ou mesmo a troca de estação podem interferir no andamento do seu negócio” ressalta a especialista.

Agora que você já conhece os imprevistos dessa carreira, descubra quanto você gastaria para abrir três tipos de negócio.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.