9 dicas para gastar melhor o dinheiro na sua empresa

  • Google+
  • LinkedIn

Aprenda a diferenciar os gastos desnecessários de outros investimentos que valem a pena!

5 dicas para gastar melhor o dinheiro na sua empresa



Ter um negócio próprio significa gastar para manter a empresa funcionando. Estes custos muitas vezes incluem contas difíceis de cortar, como aluguel, impostos e salários de funcionários. No entanto, existem atitudes que você pode adotar para cortar custos que são flexíveis. Confira abaixo nove dicas que podem ajudá-lo a melhorar o orçamento da empresa sem deixar de lado a qualidade do seu serviço:

1. Melhore a gestão do negócio

Para planejar bem os gastos da sua empresa, que tal aumentar seus conhecimentos sobre o assunto? O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) oferece gratuitamente cursos online e palestras sobre empreendedorismo. Dessa forma, você aprende a lidar com as finanças do seu negócio e a controlar melhor seus gastos. Clique aqui ou ligue no 0800-5700800 para saber mais.

2. Use aplicativos para se comunicar

Se você já negociou o plano de telefonia que usa no seu negócio, compare o valor que paga hoje com o dinheiro que gastaria usando a internet. Existem serviços que precisam da banda larga para fazer uma ligação, mas que cobram minutos mais baratos do que as empresas de telefonia. Conheça mais sobre estes aplicativos aqui.

3. Economize luz também na empresa

Procure desligar as lâmpadas de ambientes vazios, deixe a luz natural entrar durante o dia e evite deixar aparelhos eletrônicos em stand by durante o final de semana. Faça o teste por um mês e veja se a economia valeu a pena. Já pensou que simplesmente trocar a lâmpada pode diminuir sua conta de luz? Conheça as diferenças entre uma lâmpada incandescente, fluorescente ou led e economize ainda mais!

4. Divulgue seu serviço sem gastar nada

Usar Facebook e blog pode trazer visibilidade à sua empresa sem que você coloque dinheiro nisso. Indique a empresa para amigos e peça a ajuda deles para espalhar a informação. Quando montar essas páginas, explique bem qual é o seu trabalho, coloque o endereço (se for uma loja) e algum contato.

5. Encare as dívidas

Caso tenha algum pagamento pendente, tente negociar o valor para chegar a uma proposta que você consiga pagar. O principal benefício de quitar as suas dívidas é ter o nome limpo e poder pegar crédito para fazer a empresa crescer. Pense nisso!

6. Pegue os créditos mais baratos

Conseguir investimento para a sua empresa pode ser um bom negócio! Mas isso depende de onde você decidir pegar o crédito. O empréstimo pessoal, por exemplo, costuma ter as taxas de juro mais altas do mercado, fazendo você gastar mais no final. Fique de olho no microcrédito, voltado para micro e pequenas empresas e conheça também o Cartão BNDES, que financia a compra de mais de 200 mil itens com taxas de juro mais baixas do que a média do mercado. Descubra se a sua empresa se encaixa nas condições desses empréstimos!

7. Tem uma loja? Aposte na vitrine

Quem mora em São Paulo pode utilizar o Inova Loja Digital, serviço online do Sebrae que oferece uma consultoria de especialistas que vão orientá-lo a montar a sua vitrine! Você se cadastra no site e preenche um questionário sobre a disposição da loja, assim os profissionais conseguem identificar como é a sua vitrine e o que você precisa fazer para melhorar a disposição dos produtos. O serviço é totalmente gratuito e pode impactar diretamente nas suas vendas.



8. Coloque sua loja na Internet

Que tal montar a sua própria loja virtual? A plataforma Loja Integrada é gratuita e permite que você cadastre até 50 produtos para serem colocados à venda. Você pode divulgar a página da sua loja nas redes sociais e gerenciar o seu estoque, verificando quais produtos precisam ser repostos. Outra plataforma para montar uma loja virtual é o Mercado Shops, ferramenta do Mercado Livre, que tem planos gratuitos e pagos para turbinar as vendas e a divulgação do seu estabelecimento. Aprenda a montar a sua loja em quatro passos.

9. Tem um restaurante? Conheça os truques

Comida a la carte ou por quilo: algumas dicas simples podem aumentar o faturamento do seu restaurante. Oferecer chá e café na saída, por exemplo, vai agradar os clientes. Se o seu restaurante é por quilo, que tal fazer um cardápio diferente por dia da semana? Pizza à sextas, peixe às segundas e por aí vai. Aumentar a variedade é uma boa dica para manter a freguesia sempre no seu estabelecimento! Para os restaurantes a la carte, criar um ambiente agradável e colocar uma descrição deliciosa no cardápio vão valorizar o seu prato e o seu restaurante.

Gastos que valem a pena

Economizar é sempre bom, mas alguns gastos podem trazer benefícios para a sua empresa! É nesse momento que a sua despesa se transforma em investimento, podendo trazer mais lucros lá na frente. Confira quais são os custos que trazem vantagens para o seu negócio!

Contratar um contador

Além de você ter um controle maior sobre os gastos e faturamento do negócio, você fica livre da parte burocrática e evita possíveis gastos para regularizar a situação da empresa futuramente. Confira todas as vantagens de ter esse profissional na sua empresa clicando aqui.

Feira de negócios

Expor a sua empresa em uma feira de negócios é uma oportunidade de divulgação! Além de mostrar o seu trabalho para possíveis investidores, você ainda faz contato com fornecedores e divulga o seu negócio para o público. Além disso, essas feiras informam sobre as novidades do mercado, o que ajuda a ficar de olho na concorrência!

Pagamentos no cartão



Se você trabalha com vendas, receber pagamentos no cartão evita que você leve calotes e ajuda a controlar melhor o dinheiro, além de aumentar os lucros do negócio por receber novos clientes que só utilizam cartão! Fique de olho nos custos e descubra quando a máquina é vantajosa.

Já sabe quais são os cinco fatos que ninguém te conta você decide abrir um negócio? Confira!





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.