5 dicas para conquistar consumidores indecisos

  • Google+
  • LinkedIn

Convencer o cliente a comprar no seu negócio não é tarefa fácil, principalmente quando ele não sabe o que quer. Para virar esse jogo, confira cinco dicas imperdíveis e venda seu produto

conquistar consumidor



Não importa o que você vende ou em qual ramo do comércio você trabalha, clientes indecisos existem em todo lugar.  Afinal, com a variedade que a internet disponibiliza, nem sempre é fácil fazer uma escolha segura. Por conta disso, a dúvida na hora de levar um produto é cada vez mais comum. Mas você pode contornar essa situação sendo honesto com o cliente e oferecendo todas as informações que ele precisa saber sobre aquele produto. “Na indecisão, o melhor é apresentar as qualidades e as possíveis desvantagens, ajudando o cliente a decidir qual a melhor opção para ele principalmente em relação ao custo benefício”, explica Oscar Schild, 58 anos, vendedor há quase 30 anos. Quer saber mais? Conheça as técnicas de sucesso deste especialista e coloque-as em prática hoje mesmo!

5 dicas infalíveis (e honestas!) para conquistar de vez os seus clientes

1. Seja um especialista no seu produto

Saber todos os detalhes do que você está vendendo é essencial. “Todo produto tem pontos positivos e negativos, e é importante conhecer as possíveis fraquezas”, explica Oscar, autor de Crônicas de um Grande Vendedor (Ed. Ferreira, R$ 23). Com esse conhecimento, você consegue formular possíveis argumentos para ajudar o consumidor. Então, o que seria um motivo para ele não levar o produto pode virar a justificativa para ele fechar a venda. Além disso, não esconder os pontos negativos é uma atitude confiável, que passa credibilidade.

2. Conheça o perfil do cliente

Existem dois tipos de consumidor: os que já têm o produto definido e aqueles que entraram no estabelecimento por acaso. Independentemente de qual for o seu consumidor, há sempre um tipo de produto que vai chamar mais a atenção! “É importante saber que, em muitos casos, o cliente tem um modelo em mente. Então, observar quais os produtos ele olha na loja e tentar entender o que ele procura é mais produtivo do que oferecer diversas opções que não vão despertar o interesse dele”, explica o vendedor.

3. Acerte na abordagem de venda

Conquistar a confiança do seu cliente também depende de uma primeira impressão positiva, afinal, se o consumidor gostar de você e sentir confiança, provavelmente ele seguirá sua indicação na hora da compra. “O cliente dá os sinais de como você pode fazer essa abordagem. Por exemplo, alguns não querem ser importunados e só vão te procurar para perguntar informações específicas. E faz parte do ofício respeitar isso. Vendedor que fica sempre dizendo ‘posso ajudar’, talvez não seja a melhor opção”, alerta Oscar Schild.

4. Mantenha-se informado



O bom vendedor é aquele que conhece o produto e vai além: está por dentro das mercadorias similares a este produto, conhece os detalhes sobre o material e pode informar tudo que for útil no momento da decisão. “Ficar de olho nas mudanças do mercado é fundamental para ter as informações na ponta da língua”, ressalta Oscar. Mostrar-se bem informado demonstra não só um conhecimento sobre a mercadoria que você vende, mas uma compreensão geral sobre o mercado que o cliente está pesquisando para fazer sua compra! Se você  conhece as tendências e os últimos lançamentos do mercado de televisores, por exemplo, vender uma televisão vai ser uma tarefa muito mais fácil e natural.

5. De olho na concorrência

“Existem vários sites que comparam preços e produtos rapidamente, o que deixa os consumidores cada vez mais informados. Nem sempre o preço do que eles querem é o menor, mas isso não significa que não seja a melhor opção!” revela o vendedor. Muitos clientes confundem o preço com o valor do produto, acreditando que o mais barato é sempre a alternativa mais vantajosa, deixando de lado fatores como durabilidade e qualidade. Apresentar essa relação de custo benefício é uma tarefa do bom vendedor e pode ser decisiva para fechar a venda!

Atitudes que você deve evitar!

É sua especialidade, mas…
Cuidado com o ar prepotente. “Jamais se posicione como o maior especialista no assunto porque sempre terá um cliente que conhece muito bem o produto que está comprando”, explica Oscar Schild. Então, manter a simplicidade e cordialidade no atendimento é sempre uma boa estratégia.



Nada de bancar o Pinóquio!
Nunca minta ou invente as vantagens e as características dos produtos. Coloque-se no lugar do consumidor que está fazendo a compra, afinal, você também não gostaria de ser enganado, não é mesmo? Forçar uma compra pensando somente na comissão ou no lucro que você vai ganhar é uma atitude desonesta que pode refletir na queda das suas vendas futuramente.

Gostou das dicas? Descubra como fazer o cliente voltar ao seu negócio.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.