Os gastos de morar sozinho

  • Google+
  • LinkedIn

Quem assume o orçamento de uma casa precisa estar preparado para as contas mensais e as despesas que chegam de surpresa

trabalhar em casa



Se você pretende sair da casa dos pais e morar sozinho, precisa saber que as contas vão chegar todo mês e é preciso se organizar financeiramente para manter o orçamento da casa em dia! Aqui você confere as principais despesas que precisa levar em conta antes de tomar a decisão de sair de casa.

Verifique o valor real do condomínio

Se você for morar em um apartamento, antes de fechar o negócio (seja aluguel ou compra), verifique qual é exatamente o valor da taxa de condomínio. O preço informado pelo corretor nem sempre está atualizado, pois o condomínio pode estar com uma reforma agendada que o corretor ainda não sabe, e isso fará o preço subir e você vai ter que pagar! O ideal é confirmar esta informação com o síndico do prédio. E lembre-se: você precisará pagar esta taxa todo mês, se não pode sofrer processo de cobrança judicial. Clique aqui para conferir algumas dicas para se organizar nas contas e não deixar faltar esse dinheiro todo mês.

Caso você vá se mudar para um apartamento que ainda está em construção, as construtoras oferecem uma estimativa do valor da taxa de condomínio.  Desconfie deste número! Ele pode ser maior do que o preço anunciado, pois as construtoras precisam fazer ofertas chamativas. Para ter uma noção mais precisa do valor, pergunte para quem mora em um prédio com uma estrutura parecida.

Se o prédio for antigo, as chances de o condomínio subir são maiores

Todos os imóveis, mesmo os recém-construídos, precisam passar por reparos e reformas constantemente. Porém, quanto mais antiga for a construção, mais problemas ela apresenta, maiores reformas são necessárias e,  consequentemente, o valor do condomínio vai ficar mais alto!

O preço do condomínio é determinado pelas despesas que todos os moradores têm em comum para manter o funcionamento do prédio: pagamento de porteiros, instalação de câmeras, cercas e outros instrumentos de segurança e manutenção da construção e de equipamentos do edifício. Quando é necessário fazer alguma alteração nesta taxa, os síndicos precisam avisar os moradores com antecedência.

Manutenção do imóvel: é preciso gastar com ela

Como visto no item anterior, não é difícil aparecer consertos para serem feitos no imóvel, e é preciso estar preparado para gastar com estas eventualidades. Os gastos com a manutenção variam de acordo com o tamanho do reparo a ser feito e o material necessário. Peça indicações de técnicos a conhecidos e solicite orçamentos para mais de um profissional. Assim, você compara os preços e serviços.

Prepare-se para as contas mensais…

Todos os meses, obrigatoriamente, você precisará pagar as contas de água e luz. Caso não pague, estes serviços serão cortados da sua casa e você tem que pagar multa! Uma dica para não se esquecer de pagar essas contas é deixá-las em débito automático. E, já que você precisa pagá-las todo mês, que tal aprender alguns truques para gastar menos com elas? Clique aqui e conheça oito dicas para economizar na conta de luz.

… E anuais!



Todo ano, você precisará pagar o IPTU. Este imposto é cobrado pela prefeitura sobre todos os imóveis. O valor do IPTU varia de acordo com o imóvel e o bairro em que ele está localizado. Para saber quanto você terá que pagar por ele, peça ao corretor uma cópia do IPTU do ano anterior. Também é necessário verificar se o proprietário antigo estava com o pagamento do imposto em dia. Caso em algum ano ele não tenha sido pago, quem terá que arcar com esta despesa será você, que é o novo morador do imóvel (no caso de compra).

Se for morar em uma casa, precisa pensar – e investir- em segurança

Dependendo do bairro e do tipo de imóvel em que você for morar, precisa analisar se será necessário investir em equipamentos de segurança, como alarmes, cercas elétricas, aumento dos muros ou até mesmo a instalação de câmeras de vigilância. O ideal é entrar em contato com uma empresa que ofereça serviços de segurança na sua cidade e agendar uma visita de um representante na sua casa. Ele poderá te informar quais os equipamentos mais apropriados para garantir a sua segurança de acordo com o tipo do seu imóvel. E não deixe de pedir um orçamento para mais de uma empresa, para poder comparar as ofertas.

Organize-se para mudar as compras no supermercado

Opte pelos produtos em embalagens menores. Isso evitará desperdícios já que uma pessoa, sozinha, consome menos. Caso você prepare a sua comida, uma opção é congelar os alimentos. Por exemplo, feijão não dá para cozinhar em pequenas quantidades, mas você pode consumir o que precisa no dia e, o restante, congelar em potinhos. O sabor não é perdido e o alimento dura bem mais!

Comer fora de casa é mais prático, porém, é mais saudável e fica mais barato se você preparar as suas próprias refeições. Você pode separar um domingo, por exemplo, e preparar, além do feijão, outros alimentos em quantidades maiores e congelá-los. Clique aqui e confira mais dicas para economizar nas compras do supermercado.

Economize com a faxina

Se a casa ou apartamento em que você for morar for pequeno, você pode dar conta da faxina sozinho e economizar esse dinheiro. Caso não sobre tempo, você também não precisa contratar uma faxineira com tanta frequência, pois uma pessoa suja bem menos a casa do que várias, não é?



Para não se perder nos gastos, clique aqui e aprenda a organizar as contas de casa de acordo com o tipo de salário que você recebe.

Caso você esteja indo morar em um imóvel próprio, também precisa levar em conta outras despesas no momento da compra.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.