Vou herdar dívidas de um parente que morreu?

  • Google+
  • LinkedIn

Dependendo do caso, sim. Confira o que acontece em três situações que envolvem o falecimento de um familiar que deixou dívidas



Pois é, a dívida de um parente pode virar uma herança. Afinal, quando o endividado morre, os débitos que estavam pendentes não desaparecem – eles ainda devem ser pagos. Dificilmente você ficará com o nome negativado, mas existe o risco de perder algum imóvel ou heranças em dinheiro que ficariam para você. Como as regras mudam conforme cada caso, confira o que acontece em três situações comuns:

1.A dívida é menor do que o valor dos bens deixados pelo parente

Nesse caso, os dependentes devem pagá-la e dividir o restante. Por exemplo, se o valor devido era de 10 mil reais, mas o parente deixou 30 mil reais de herança, os herdeiros precisam pagam a dívida inteira

2. O valor da dívida é maior do que o patrimônio deixado.

Os herdeiros devem usar os bens para quitar o que está pendente. Dessa forma, o que faltar não precisa ser pago. Por exemplo, se a dívida era de 30 mil reais e a herança foi avaliada em 10 mil reais, os herdeiros pagam somente o valor a que teriam direito, ou seja, 10 mil reais nesse exemplo.



Troque dívidas caras por uma mais barata. Solicite um refinanciamento de imóvel

3. Quem morreu não deixou herança.



Aqui, os herdeiros não precisam pagar nada.

Importante! Se o parente que faleceu deixou uma casa como herança, mas os parentes ainda vivem neste lugar, saiba que esse imóvel não pode ser usado para quitar as dívidas. A penhora só acontece se o imóvel tiver dívidas próprias, como IPTU atrasado ou uma ação trabalhista movida por algum ex-funcionário da casa.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.