Nome Sujo: descubra como consultar grátis

  • Google+
  • LinkedIn

Existem três empresas que avisam sobre a negativação: Serasa, SPC e SCPC. Saiba como confirmar em cada um destes lugares se o seu nome está sujo!



Assim que você deixa de pagar uma conta, recebe uma carta informando que seu nome ficará sujo se você não quitar o que deve. Essa carta é enviada pelas empresas que fazem a negativação do CPF, que podem ser a Serasa Experian, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Então, se você não acertar o pagamento da dívida nesse prazo (normalmente de 30 dias), terá o nome sujo. Mas receber a carta não é a única forma de descobrir sobre uma negativação. Se você não se lembra dessa notificação ou não tem mais o papel guardado em casa, consegue saber pessoalmente ou pela internet se o seu nome está sujo. Confira a seguir como conseguir essas informações em três empresas diferentes: Serasa, SPC e SCPC.

O que é a Serasa Experian

A Serasa foi criada por grandes bancos, mas atualmente pertence à empresa irlandesa chamada Experian. Por isso, seu nome no Brasil passou a ser Serasa Experian. Ela é uma das empresas que registra os nomes de quem está endividado e vende essas informações para bancos, financeiras, lojas etc.

Como consultar o nome sujo na Serasa Experian

A consulta na Serasa pode ser feita tanto nas agências, de forma presencial, quanto no site ou aplicativo da empresa. No caso da consulta presencial, é necessário comparecer a uma agência com o CPF e RG, ou outro documento de identificação com foto, como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), por exemplo. No caso da consulta pelo site ou aplicativo, além de saber se você está negativado, também dá para ver quais são os contatos de seus credores, além da possibilidade de fazer sua inscrição no Cadastro Positivo, que pode te ajudar a ter facilidades nas compras que deseja fazer, caso você seja considerado um bom pagador.

Se você preferir, pode contratar o MeProteja, da Serasa, que é um serviço que deixa você informado sobre a situação do seu CPF. Ele é pago e custa a partir de R$ 4,99 por mês no plano anual. Acesse aqui e confira.

O Simplic oferece empréstimo pessoal online. Solicite de R$ 500 a R$ 2.500 sem sair de casa e receba o dinheiro em poucas horas. Basta clicar aqui.

O que é o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC)

Outra empresa que guarda as informações pessoais de quem está com o nome sujo e vende esses dados para lojas, bancos e outros locais que cedem crédito. Diferentemente da Serasa, que foi criada por bancos, o SPC é patrocinado pelas associações comerciais.

Como consultar o nome sujo no SPC

A consulta nesse caso é presencial, então, você deve ir a um dos postos de atendimento do SPC. Para descobrir o local mais próximo da sua casa, você pode acessar o site do SPC. Leve seu CPF e outro documento de identificação que tenha foto, como RG ou carteira de trabalho ou carteira nacional da habilitação (CNH).

O que é o Serviço Central de Proteção ao Crédito (Boa vista SCPC)

É uma empresa que também tem a lista de consumidores que estão negativados – e negativa quem deixa de pagar uma conta. Quem administra o SCPC é a empresa Boa Vista Serviços.

Como consultar o nome sujo na Boa Vista SCPC

A empresa permite que você consulte seu CPF online e de graça. Se você preferir consultar o nome somente no SCPC, não tem problema, as informações destas três empresas, normalmente, são as mesmas. Para saber se o seu nome está sujo, entre no site da Boa Vista Serviços, clique em cadastro e preencha todos os dados solicitados. Se tiver algum problema e não conseguir fazer a consulta, entre em contato com o atendimento da Boa Vista e confirme as informações que estão na sua negativação.



Quem mora na cidade de São Paulo pode fazer a consulta em algum posto de atendimento da Boa Vista Serviços. Os endereços são estes:

Rua Boa Vista, 62, Centro
Rua Gabriela Mistral, 199, Penha
Rua Mario Lopes Leão, 406, Santo Amaro
Rua Marechal Tito, 1.042, São Miguel Paulista

Fique atento ao horário de atendimento: de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 17h30.

Quem mora no interior do estado de São Paulo pode procurar o serviço de proteção ao crédito de sua cidade e quem vive em outro estado pode pedir informações na Central de Atendimento, tanto no telefone 3003-0101 quanto no site da Boa Vista Serviços.



O que é importante saber quando você descobre que está com o nome sujo

  • Essas empresas informam somente sobre as dívidas negativadas. Isso significa que as consultas ao CPF não mostram parcelamentos ou contas atrasadas que ainda têm um prazo para pagamento.
  • Nem sempre quem faz a cobrança hoje em dia é a mesma empresa com quem você fez a dívida. Após alguns anos, os bancos costumam passar as dívidas para empresas de cobrança. Então, como essa informação aparece nas consultas, você corre o risco de não conhecer a empresa que está pedindo a negociação atualmente.
  • O nome fica sujo por cinco anos. Depois desse período, a Serasa, o SPC e o SCPC precisam tirar seu CPF do banco de dados. Mas mesmo assim algumas empresas saberão que você tem uma dívida que não pagou – e isso pode atrapalhar na hora de pegar crédito ou pedir um parcelamento. Por isso, não se engane: não compensa deixar a dívida prescrever.

Entenda como o nome fica sujo

O consultor de finanças da Konkero, Guilherme de Almeida Prado, explica neste vídeo como as lojas e os bancos negativam o CPF dos clientes que não pagaram as dívidas.

Veja também!





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.