5 dicas para decidir qual dívida pagar primeiro - Konkero

5 dicas para decidir qual dívida pagar primeiro

Encontre dicas para decidir qual dívida pagar primeiro e saia do vermelho o quanto antes!

Posso-herdar-dívidas-de-um-parente-que-morreu

Ficar atrapalhado com as contas é um problema que pode acontecer com qualquer pessoa. O importante é encarar a situação e se livrar das dívidas o quanto antes. Você pode organizar os pagamentos de diversas formas, mas, dependendo do número de dívidas em aberto, o método de regularização das contas é diferente.

Se você tem mais de uma conta para quitar, é importante priorizar o que deve ser pago primeiro. Confira!

As dívidas que você deve pagar primeiro

1. A dívida com juros mais altos

Tente acabar com as contas que cobram muitos juros, como cheque especial e cartão de crédito. Essas dívidas facilmente se tornam uma bola de neve. Afinal, o valor que você tem que pagar só vai aumentar. Faça uma negociação com o banco ou, em caso de dívidas no cartão de crédito, procure a administradora do cartão e negocie os valores em aberto.

2. A dívida que tem um bem como garantia

Se você corre o risco de perder um carro ou imóvel, deve se empenhar para pagar essa dívida primeiro. Caso você não realize os pagamentos ou nem tente negociar com o banco sobre a dívida, os riscos de perder o seu bem que foi dado como garantia no empréstimo ou financiamento são grandes. Portanto, fique atento às dívidas feitas com garantias!

3. A dívida que pode deixar seu nome sujo

Caso já tenha sido notificado que seu nome será encaminhado para a Serasa ou SPC, tente se livrar dessa dívida e limpe o seu nome. Estar com o nome em listas como essas interfere na hora de pedir empréstimos ou cartões de crédito. Além disso, fica mais complicado conseguir financiamentos para comprar casas ou veículos, porque os bancos ou a instituições bancárias não veem o possível cliente como um bom pagador.

4. A dívida maior

Outra forma de conseguir organizar os pagamentos das dívidas é estabelecer a importância sobre os valores. Dependendo da urgência, se você negociar a dívida mais cara, vai se acostumar a pagar uma parcela todo mês. E quando terminar, as próximas dívidas e parcelas serão menores.

O ideal é resolver todos os valores com calma e paciência, mas se conseguir estabelecer uma ordem de importância, comece a negociar os valores maiores e depois os menores.

Troque dívidas caras por uma mais barata! Com juros a partir de 0,99% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

5. A dívida com um serviço essencial

Muitas vezes, vale quitar primeiro a dívida com aquela empresa ou serviço que você sabe que vai precisar de novo no futuro. Contas de telefonia móvel e fixa, abastecimento de água e energia e serviços de internet e TV são algumas dessas dívidas que precisam ser quitadas para que o cliente consiga usar os produtos contratados.

Como as empresas desejam manter os serviços para os clientes, entre em contato com a prestadora e tente fazer uma negociação sobre os valores em aberto e faça o pagamento para ter o fornecimento desses serviços!

Como negociar dívidas com bancos e lojas

Fez um financiamento, empréstimo bancário ou uma compra e não está conseguindo pagar as parcelas em dia? Os principais bancos e lojas do Brasil disponibilizam canais de negociação para regularizar os pagamentos dos serviços contratados e limpar o seu nome de uma vez.

A central de negociações BLU365 ajuda você a negociar dívidas com lojas e bancos, sem precisar sair de casa e enfrentar filas para resolver a situação. Através do site, você localiza suas dívidas com os bancos e lojas e consegue fazer um acordo.

Descubra aqui como funciona a BLU365 e veja se vale apena negociar dívidas com eles!

Veja também!