Ônibus de graça: Bilhete Único de Desempregado

  • Google+
  • LinkedIn

A prefeitura de São Paulo adotou a proposta de passe livre em ônibus para desempregados. Saiba como fazer.

Onibus



Fonte imagem: divulgação Prefeitura

O Bilhete Único da cidade de São Paulo existe desde 2004 e possibilita a integração de tarifas nos ônibus, trens e metrô. Mas isso todo mundo já sabe, né?

No ano passado a prefeitura aprovou o passe livre para estudantes de baixa renda, participantes do Prouni,  do Fies e agora em 2016 também para os desempregados que já receberam todas as parcelas do Seguro Desemprego.

A iniciativa partiu dos vereadores Mário Covas Neto (PSDB) e Toninho Vespoli (PSOL) com base no bilhete de metrô gratuito para desempregados que há anos funciona muito bem na cidade.

Você pode solicitar o benefício até três meses depois de ter recebido sua última parcela do Seguro Desemprego. O Bilhete tem validade de 90 dias, com ele você tem 12 cotas diárias por mês e cada cota dá o direito de embarcar 8 vezes.

Como fazer o Bilhete Único de Desempregado

Para fazer o Bilhete Único de Desempregado você precisa ter um Bilhete Único cadastrado em seu nome. Quem ainda não tem o cadastro deve solicitar pela internet (veja aqui) e escolher o posto onde quer retirar o cartão.

Após isso, você deve acessar a opção “Benefício Desempregado” no menu do site da SPTrans e informar o número do seu PIS/PASEP, o número do seguro-desemprego, a data da rescisão, a data da disponibilidade da última parcela do seguro, e ainda os números da Carteira Profissional e do CNPJ da empresa em que trabalhava.



Outra vantagem é que trabalhadores empregados por Pessoas Físicas também podem solicitar o benefício, basta informar o número do CPF do empregador no lugar do CNPJ.

Depois de feita a solicitação, se os dados estiverem corretos e você tiver mesmo direito ao Bilhete Único de Desempregado o sistema informará como fazer o próximo passo que é enviar em cópias autenticadas os documentos que listaremos abaixo.

As cotas serão disponibilizadas nos cartões entre 15 e 20 dias, a partir da data de postagem dos documentos comprobatórios e para ativas as cotas é só levar o cartão a um equipamento de recarga.

Quais documentos preciso enviar à SPTrans para Bilhete Único de Desempregado

Depois que você tiver se cadastrado e solicitado o benefício do Bilhete Único de Desempregado a SPTrans pedirá para você encaminhar cópias autenticadas dos documentos:



Quem pode solicitar o Bilhete Único de Desempregado

  • Quem estiver desempregado;
  •  Que tenha recebido todas as parcelas do seguro desemprego, sendo a última há menos de três meses;
  • Que more na cidade de São Paulo;
  • Que tenha um Bilhete Único cadastrado (Teatro Municipal, Mercado Municipal, Pacaembu, Ibirapuera, Anhangabaú ou carteira de estudante a partir de 2015). Se você ainda não se cadastrou pode fazer aqui.

Como funciona o Bilhete Único de Desempregado

São 12 cotas por mês no Bilhete Único de Desempregado, elas não são acumulativas e tem validade de três meses;
Cada cota dá direito a 8 embarques/ dia;
A validade das cotas é mensal;

Veja também

Seguro desemprego: tudo o que você precisa saber





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.