6 motivos para ir a uma feira de negócios

  • Google+
  • LinkedIn

Muitas feiras profissionais podem ser visitadas gratuitamente, sabia dessa? Descubra por que um empreendedor tem que conhecer um evento como esse!

A Têxtil House Fair é uma das feiras que acontece este mês em São Paulo e atrai milhares de visitantes de olho nas oportunidades de bons negócios! - Crédito: Bete Faria Nicastro
A Têxtil House Fair é uma das feiras que atrai milhares de visitantes interessados nas oportunidades de bons negócios! Crédito da foto: Bete Faria Nicastro

Para quem já tem uma empresa ou pretende ser empresário, visitar uma feira de negócios é uma maneira de conhecer o mercado e o ramo em que se pretende trabalhar. Nesses eventos, o objetivo é encontrar possíveis clientes e, quem sabe, fechar negócios. Isso porque o ambiente das feiras facilita as conversas e as trocas de ideias com profissionais experientes do setor. Sem contar que as feiras são os locais onde os empresários mostram, com exclusividade, seus lançamentos em produtos e serviços. Ainda tem dúvidas? Entenda os principais motivos para não perder esses eventos e, de quebra, fique por dentro das feiras gratuitas que acontecem ainda neste ano.



Quem pode visitar

Na maioria das feiras profissionais, é permitida a entrada apenas de quem tem comprovante de atuação profissional, que pode ser o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) ou um cartão de visitas. Algumas feiras abrem as portas também para estudantes do setor, desde que eles apresentem comprovante de matrícula.

Por que visitar as feiras profissionais

Confira abaixo seis razões pelas quais a visita a estes eventos pode alavancar os negócios!

1. Conhecer o setor

Seja qual for a sua área de atuação, é essencial conhecer o ramo todo. Para isso, as feiras são boas alternativas. Você encontra os profissionais do setor e representantes tanto de empresas novas quanto tradicionais do mercado. “Visitar uma feira é uma forma de obter mais informações a respeito do segmento em que se pretende começar”, confirma Fernanda Menezes, diretora comercial do grupo Ópera, promotor de feiras voltadas para o mercado infantil.

Esses eventos também costumam oferecer palestras, normalmente ministradas por profissionais experientes do mercado – e ouvir as palavras de quem já tem um negócio de sucesso é sempre um aprendizado! Sem contar as discussões importantes que acontecem e esclarecem dúvidas dos profissionais do setor. Assistir a esses debates também é válido para conhecer o ramo do seu negócio e o que está acontecendo dentro dele.

2. Ficar por dentro das novidades

Visitar uma feira é estar presente no momento em que os profissionais lançam as novidades! Dependendo do setor, essas feiras acontecem a cada seis meses ou uma vez por ano. E nestes momentos são apresentadas as novidades, as tendências e os lançamentos para os próximos meses. As feiras de moda, por exemplo, acontecem semestralmente por causa da troca de estações. “Para acompanhar o que ocorre com o seu setor você deve estar atento aos meios onde seu mercado interage”, afirma o especialista em marketing e consultor de empresas da Think, Michel Camporeze Téer.

3. Conversar com profissionais experientes



No marketing, trocar ideias sobre negócios significa fazer network. E este é um dos principais atrativos das feiras. “Existem oportunidades de network em todos os lugares, no mercado, na faculdade, no bar e em um evento. Mas o que torna a feira especial é que 100% de quem está lá pretende conhecer pessoas diferentes à espera de uma oportunidade para aperfeiçoar os resultados dos negócios”, explica Michel. E as conversas naquele espaço são presenciais, oportunidade rara hoje em dia. “Hoje você tem diversas formas de fazer contato com as pessoas, via redes sociais, e-mail, telefone, correio, mas nada se compara a um contato pessoal. Os eventos têm esse poder de aproximar pessoas com a mesma vontade de ampliar horizontes e somar experiências”, conta o especialista em marketing.

4. Observar a concorrência

Em uma mesma feira há estandes de diversas marcas – e muitas delas são concorrentes. Saber o que estas empresas estão oferecendo ou pretendem oferecer é um dos pontos fundamentais para quem já tem ou pretende abrir um negócio. “A feira se torna um laboratório de pesquisa onde a pessoa pode buscar informações sobre concorrentes diretos e indiretos, avaliar seu nicho de mercado e questionar o quão seu produto é competitivo”, afirma Rousmery de Angelis, administradora da Marca Roupa Home, fábrica de artigos têxteis para casa e uma das expositoras da 6ª Têxtil House Fair.

5. Buscar possíveis clientes

A visita em uma feira permite que você conheça os profissionais que já atuam neste setor. Com isso, é possível fazer prospecções, ou seja, trocar contatos com quem você possa fechar um negócio futuramente. “O lojista que está iniciando um negócio costuma visitar nossas feiras para conhecer as marcas expositoras e ir atrás dos produtos que deseja vender em sua loja”, conta Fernanda.

6. Virar um expositor futuramente

Rousmery conta que antes da Marca Roupa Home expor em feiras, a equipe da empresa visitava esses eventos profissionais. “Justamente por acompanhar de perto as feiras do nosso segmento, nós observamos as tendências e o que a concorrência direta e indireta estava trabalhando dentro da nossa linha. Então, pudemos perceber que o nosso produto caberia muito bem em uma feira direcionada e vimos ali uma oportunidade”, explica a administradora. A Marca Roupa Home teve sua primeira experiência como expositora em fevereiro deste ano, na Têxtil House Fair, feira de artigos têxteis para casa. “Foi um aprendizado. Nós fomos cautelosas, definimos um departamento específico para sentir como era participar de uma feira. Também houve um planejamento anterior que nos garantiu tranquilidade para saber até onde poderíamos ir, devido aos estoques, e os resultados foram satisfatórios”, conta Rousmery. Quer saber outras vantagens para expor em uma feira de negócios? Confira a matéria aqui!



As próximas feiras

Boa parte delas pode ser visitada gratuitamente, você só precisa apresentar comprovante de atuação profissional (CNPJ) ou cartão de visita. Como são eventos de negócios, é recomendado o uso de traje social ou esporte fino (para os homens, calça social e terno ou blazer e, para as mulheres, vestido ou terninho e calça social). Clique aqui e acompanhe o calendário das próximas feiras profissionais.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.