Uma faxina na carreira rendeu um negócio que fatura meio milhão por ano

  • Google+
  • LinkedIn

Ana Paula teve coragem para sair do emprego e se tornar uma empreendedora. Hoje, ela é dona da Natureza & Limpeza, uma empresa que presta serviços respeitando o meio ambiente



As sócias Renata Dantas [à esquerda] e Ana Paula Barcena [à direita]

O emprego no departamento comercial de uma empresa em São Paulo era o jeito de Ana Paula Barcena ajudar financeiramente a família. Mesmo mantendo esse cargo estável, ela nunca deixou de lado seu sonho: abrir a própria empresa antes de completar 40 anos. Determinada a conquistar esse objetivo, Ana ficou atenta a qualquer oportunidade que aparecesse. Quando o momento chegou, a empresária criou coragem e, com um investimento de 500 reais, montou uma empresa que fatura 500 mil por ano! Tudo isso, veja só, aos 37 anos. Conheça a história dessa mulher batalhadora que atingiu o sonho de se tornar uma empresária de sucesso!

Coragem para investir

Ana Paula estava há 11 anos no departamento comercial de uma empresa de limpeza em São Paulo. Entre suas responsabilidades, estavam a venda dos serviços e o atendimento aos clientes. Então, Ana sempre sabia dizer o que estava dando certo e o que precisava melhorar. Justamente por conta dessa atenção dada aos consumidores, a empresária percebeu que os clientes tinham um pedido em comum: encontrar um serviço de limpeza de qualidade que ao mesmo tempo respeitasse o meio ambiente.

Era a oportunidade que ela estava procurando! Ana entendia muito sobre esse ramo e sabia que era um mercado a ser explorado. Então, por que não começar de vez o próprio negócio? Na época, o salário da representante comercial era mil reais somados às comissões nas vendas que ela fechasse. O medo de perder dinheiro era grande porque ela ajudava os pais, mas outro impedimento era o valor do investimento inicial.

A princípio, Ana pensou que não tinha grana suficiente para começar um negócio. Mas por estar nesse mercado consegui um bom preço na negociação. “Eu investi 500 reais em produtos de limpeza e usei uma parte desse valor para dar entrada em uma lavadora extratora, que era essencial para começar o negócio de higienização de estofados, carpete e outros materiais. E a compra da lavadora foi parcelada em muitas vezes!”, lembra a empresária. Para chegar no público, Ana também gastou um pouco desse dinheiro anunciando o serviço em uma revista de bairro na região onde ela morava.

Sacode a poeira!

Apesar de dar os primeiros passos, a empresária manteve o emprego para garantir que teria uma renda fixa caso o negócio não funcionasse. Então, Ana fez cartões de visita e colocou os contatos de casa. “Como eu ainda trabalhava na empresa, era o único jeito. Então, a minha mãe atendia ao telefone de casa e depois me ligava no celular passando as informações e os pedidos dos clientes. Eu anotava onde podia, às vezes no papel toalha mesmo. E era aos finais de semana que eu conseguia realizar o serviço”, explica.

O custo do cartão de visita também foi negociado para diminuir o valor total do primeiro investimento. “Tive muitos amigos que me ajudaram e um deles passou contatos bons para a produção do cartão de visita. Eu consegui a preço de custo, o que saiu bem mais barato do que mandar fazer em uma gráfica”, conta Ana.

Já na primeira semana, uma boa surpresa: faturamento de dois mil reais! “Eu sabia vender e tinha o comprometimento de limpar com qualidade”, justifica Ana Paula, que decidiu largar o emprego e fundar a Natureza & Limpeza, em 2009.

4 lições que você pode aprender com a história da empresa

1. Prestar um atendimento personalizado

Conhecer bem o seu cliente é o primeiro passo para entregar um serviço que corresponda às expectativas!  “É muito importante se dedicar ao cliente! E nós sabemos, por exemplo, quais gostam do uso essência na limpeza e quais preferem o serviço sem esse produto. Nós temos o cuidado de respeitar os diferentes gostos”, revela Ana Paula.



2. Fazer o melhor sempre

Se o serviço for agendado ou um pedido de última hora, a qualidade deve ser a mesma. “Choveu muito durante uma noite e alagou todo o local onde teria uma feira na manhã seguinte. Então, nós fomos até lá e limpamos todos os carpetes de madrugada para que a feira pudesse acontecer normalmente”, conta.

3. Confiar no próprio negócio

“Certa vez, assim que chegamos para fazer a limpeza, o cliente disse que expulsaria todo mundo se o serviço não ficasse bom. Eu poderia ter virado as costas e ido embora, mas resolvi ficar e realizar o trabalho. Sempre acompanho os serviços, mas dessa vez fiz questão de limpar as manchas, afinal era minha empresa!”, lembra. Alguns empresários costumam estar animados no início, mas às vezes a empolgação se perde no caminho. Mesmo com as dificuldades, é preciso acreditar no seu negócio para que os outros acreditem também!

No final, o esforço compensou, “Reclamaram da demora do serviço, mas eu expliquei que primeiro era necessário amolecer a sujeira para depois fazer a extração. A cliente ficou impressionada com o resultado e, no fim, ficamos amigas”, ressalta Ana Paula.

4. Superar obstáculos

“Infelizmente, os calotes acontecem. Uma vez, quando eu já estava acabando a limpeza, o cliente disse que não tinha como pagar. Em outro caso, a pessoa saiu dizendo que ia sacar o dinheiro para fazer o pagamento em outro dia, mas não me procurou e até mudou de endereço. Acontece, mas você não pode desanimar”, explica a empreendedora.

A empresa hoje em dia

Ana convidou uma amiga de infância, Renata Dantas, para ser sócia da empresa. “Ela trabalhava em uma escola, mas sempre quis abrir um negócio. Como eu precisava de alguém pra me ajudar na organização, ela ficou responsável pela administração, que é a especialidade dela, enquanto eu cuidava do comercial”, explica a empresária.



Com uma equipe de 10 funcionários que atendem em São Paulo, no litoral e no interior, Ana Paula começou um sistema de franquias. “Para manter nossa qualidade, eu vou treinar os franqueados pessoalmente. Quero que entendam tudo sobre limpeza, sobre a dinâmica da empresa, além de aprenderem como tratar bem o cliente”, conta. E as exigências não param por aí! “Busco pessoas motivadas e apaixonadas pelo que fazem porque vamos dar todo o suporte necessário para o sucesso”, ressalta a empreendedora, que vê nas empresas ecológicas um negócio que se preocupa com o futuro do país.

Gostou da ideia de montar uma empresa sustentável? Conheça a história da Ecobike, marca que realiza entregas de bicicleta.





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.