Taxista que for MEI pode comprar táxi mais barato

Saiba como gastar menos na compra do carro e outras dicas para arrasar como taxista!

Taxista-que-for-MEI-pode-comprar-táxi-mais-barato

A lei mudou: agora, quem trabalha como taxista e é Microempreendedor Individual pode comprar um carro sem o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) – desde que o veículo seja usado no trabalho.

Sem este imposto, o taxista que for MEI pagará um valor menor no táxi. E o benefício pode ser usado a cada dois em dois anos, sem limite de veículos comprados.

Como pedir a isenção do IPI no táxi

A primeira condição é estar cadastrado como MEI no Portal do Empreendedor. Além disso, não pode ter nenhuma pendência na Receita Federal. O taxista autônomo deve ir até uma das centrais de atendimento do órgão e levar os seguintes documentos:

– Pedido de isenção de IPI preenchido (o modelo está aqui);

– Declaração de que você tem condições financeiras de comprar o carro. Clique aqui para ver um modelo desse documento;

– Uma cópia da carteira de motorista com a informação de que o carro será usado para trabalho;

– Documento emitido pelo poder público que permite o uso do veículo como táxi;

– Se for comprar o carro por financiamento, peça também a isenção do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) preenchendo este documento;

Atenção: A isenção do IPI não vale para quem comprar o carro por leasing.

Para conquistar mais clientes para o seu táxi

Agora que você conseguiu o seu táxi, é hora de rodar as ruas e ganhar dinheiro! Confira algumas dicas simples que vão aumentar o seu faturamento:

1. Cadastre-se em aplicativos de táxi

Que tal colocar o seu contato nos maiores aplicativos para chamar táxi? A grande adesão do público a essa ferramenta turbinou as chamados de corrida pelo aplicativo! Além de facilitar o seu encontro com os clientes mais próximos, a ferramenta adianta a forma de pagamento que será efetuada.

Onde se cadastrar: Easy Táxi e 99Táxis

Como fazer o cadastro: baixe o app que você deseja, mas na versão para taxistas. Então, é só preencher a sua ficha de cadastro no aplicativo e enviar a documentação exigida para o e-mail indicado no aplicativo. Aguarde o contato da equipe. Saiba que você precisa ter um smartphone Android 2.1 ou superior, com acesso a internet e GPS instalado!

Precisa de dinheiro para abrir o seu negócio? Com juros a partir de 1,15% ao mês, o refinanciamento de imóvel da Creditas está entre as melhores alternativas do mercado. Solicite a sua proposta clicando aqui.

2. Abuse da tecnologia no táxi

Utilizar o GPS é uma opção para levar o seu cliente até o local que ele deseja. Mas como evitar o trânsito, os acidentes e as vias bloqueadas? O aplicativo Waze pode ser a sua opção! Ele é colaborativo, ou seja, alimentado pelos próprios usuários do trânsito. Com ele, você consegue informações atualizadas a todo instante sobre o caminho e também sobre as reais condições para chegar até lá. Mostrar ao passageiro que a sua intenção não é ficar parado no trânsito e sim levá-lo ao destino com rapidez pode conquistar esse cliente!



3. Cartão de visitas

Estar conectado facilita o dia a dia, mas e quando essa conexão falha? Contar com a tecnologia 3G de operadoras para se manter conectado pode ser arriscado, por isso não custa nada entregar seu cartão de visitas aos seus passageiros. Assim, caso eles não consigam acessar o aplicativo, já sabem quem chamar! Algumas pessoas não gostam de entrar no carro de desconhecidos e elegem um único taxista para recorrer quando precisam. Por isso, mantenha seus clientes distribuindo cartões para contato!

Está na dúvida de como receber pela corrida? Confira quando vale a pena receber pagamentos no cartão.




comentários