Empreendedora cria uma das maiores lojas de calçados de Londrina

  • Google+
  • LinkedIn

Conheça a história de Heloisa Piccinini, a enfermeira que mudou de profissão e se tornou dona de uma das lojas mais cobiçadas pelas londrinenses

HIST ESP_Heloisa_Liz Shoes



Formada em enfermagem, Heloisa Piccinini sempre teve dificuldade para encontrar sapatos brancos que não fossem só confortáveis, mas também bonitos, para usar no dia a dia no trabalho. Esta necessidade deu origem à Liz Shoes, que atualmente é uma das principais lojas de calçados femininos da cidade de Londrina, no Paraná. Confira como foi a mudança de carreira da Heloisa e veja o que você pode fazer se também pretende mudar de profissão.

O pai teve a ideia

Comerciante, o pai de Heloisa soube que era difícil encontrar sapatos brancos bonitos e enxergou nessa realidade uma oportunidade de negócio. E Heloisa decidiu investir na ideia. “Tive apoio da família e das amigas, mas outras pessoas me perguntavam como eu podia largar a carreira depois de quatro anos de graduação e dois de residência”, conta a enfermeira, que trabalhava no Hospital do Câncer de Londrina. “Esse tipo de comentário acabava comigo. Sofri muito no começo, mas graças ao meu esforço deu tudo certo e passei por cima disso”, lembra. A loja foi inaugurada há quatro anos, revendendo cerca de quatro marcas de calçados. Hoje, o estoque conta com mais de 12 marcas amadas pelas mulheres! “Aprendi que aquele ditado é mais do que verdadeiro: ‘Os olhos do dono que engordam a boiada’”, afirma a empresária. “Hoje fico mais no gerencial e nas compras, mas também faço de tudo na loja: ajudo a arrumar estoque, atendo as clientes, faço fechamento de mês, serviço de banco”, explica Heloisa.

4 lições de negócio da empreendedora

1. Se for mudar de carreira, analise as opções com cuidado

A decisão de sair da enfermagem não foi uma atitude impulsiva. Heloisa pensou em todas as consequências de mudar de carreira e se dedicar inteiramente à loja. “No começo, tentei conciliar as duas atividades. Porém, logo nos primeiros meses eu vi que seria necessária muita dedicação na Liz Shoes. Calculei e analisei os prós e contras nessa mudança na carreira e resolvi investir no que era meu”, conta.

2. Estude sobre a nova área em que for atuar

Apesar de ser filha de comerciante, Heloisa tinha uma formação bem distante da área empreendedora. Por isso, quando decidiu assumir o negócio, buscou conhecimento. “Li muito sobre o assunto e hoje faço pós-graduação em Comunicação e Moda”, conta a empresária. “Também contei com a assessoria do meu pai e de um ótimo contador”, completa.

3. Carregue na bagagem os aprendizados das experiências anteriores



Como enfermeira, Heloisa tinha muito contato com as pessoas. Ela usou esse conhecimento na nova carreira e o resultado foi positivo! “Na loja, continuo a lidar com pessoas, que era uma característica do meu trabalho que eu amava”, diz. “Minhas clientes não vão à Liz Shoes apenas para comprar, mas para conversar. O sofá da loja se tornou um divã: tem gente que chega triste, mas acaba indo embora de outra forma”, conta.

4. Procure ter clientes fixos

Para Heloisa, a fidelidade das clientes é a principal conquista da Liz Shoes. Como ela consegue? “Gostar de gente e saber ouvir foram habilidades essenciais para o sucesso do meu negócio”, afirma.

Gostou da história da empresária e quer montar o seu negócio também? Confira aqui os passos para fazer isso e aqui os mitos e verdades sobre abrir o próprio negócio.

Mais histórias inspiradoras!

Assim como Heloisa, a Ana Paula também mudou de carreira para virar dona de um negócio que fatura meio milhão por ano!



E o Davi? Da mesma forma que a motivação do negócio da Heloisa nasceu com a percepção de uma necessidade de muitas pessoas, o Davi Braga, de apenas 13 anos, também viu a ideia do seu negócio em uma dificuldade que muita gente enfrenta todo ano. Quer saber qual? Conheça a história dele aqui!

 





Comentários:

Atualmente recebemos centenas de perguntas todos os dias. Com isso, os comentários não serão respondidos mais pela equipe Konkero. A intenção é que os próprios usuários ajudem uns aos outros. Não nos responsabilizamos por erros, omissões ou imprecisões nas nossas respostas uma vez que elas não substituem a orientação de especialistas como advogados, contadores, especialistas em finanças etc. Importante: quando você faz um comentário, ele fica público nessa página após a aprovação da nossa equipe e também será publicado em sua timeline no Facebook de acordo com suas configurações de privacidade. Nos reservamos o direito de excluir comentários considerados inapropriados, ofensivos ou de divulgação de produtos e serviços.