Como fazer um currículo para primeiro emprego? - Konkero

Como fazer um currículo para primeiro emprego?

Saiba como fazer um currículo para primeiro emprego e iniciar sua carreira profissional.

Na busca do primeiro emprego, elaborar um currículo pode ser complicado, porém, este documento é essencial nas entrevistas de emprego. É por meio dele que os recrutadores têm acesso às suas informações pessoais, sua formação acadêmica, seus cursos e certificados, entre outras informações importantes.

Uma informação de grande relevância em um currículo é a de experiências profissionais. No entanto, quem procura o primeiro emprego não tem muitas experiências profissionais. O que fazer neste caso?

Saiba como elaborar o seu currículo para primeiro emprego e dê o primeiro passa na sua carreira!

Como fazer um currículo para primeiro emprego

1. Seus dados pessoais

Coloque o seu nome completo, idade, endereço, estado civil e formas de contato com você, como telefone residencial e celular, redes sociais e e-mail, que deve ser sério; e-mails com nomes pouco profissionais, como [email protected], não pegam bem. Opte por um e-mail que tenha só o seu nome e/ou sobrenome.

Outras informações como RG e CPF não são necessárias. Portanto, é melhor deixar de lado. Além disso, a foto no currículo só deve ser colocada se a empresa exigir ou for um diferencial, e deve ser em tamanho 3 x 4.

2. Objetivo profissional

Descreva quais são os seus objetivos profissionais. O que você deseja na sua carreira, qual seu objetivo na empresa para a qual você está enviando o currículo, ou em que área você deseja atuar. Frases como “trabalhar na área de vendas” , “auxiliar de vendas” e “estagiar na área administrativa” são bons exemplos do que você pode colocar. Você pode saber mais sobre o que colocar no objetivo profissional nesta matéria.

3. Formação acadêmica

Neste campo, coloque suas experiências acadêmicas. Portanto, insira o lugar que você cursou, qual o curso, o nível e as datas de início e conclusão. Por exemplo:

Universidade Konkero – 2015-2019
Graduação em Administração

Se você não tiver formação acadêmica, não tem problema. Basta colocar as informações referentes à sua formação, como o nome da escola, nível fundamental ou médio e a data de conclusão.

Neste campo não devem ser descritos os cursos extracurriculares, apenas a formação.

4. Experiências

Se você já fez algum trabalho como freelancer, ou algum trabalho voluntário, este é o campo em que você pode colocar essas experiências. Pode parecer pouco, mas elas podem falar bastante sobre seu perfil pessoal e profissional. Você ainda pode descrever cada experiência, falando o que você fez em cada uma delas. Não esconda nada que possa te ajudar, afinal, essas são suas únicas experiências, profissionais ou não.

5. Habilidades e qualificações profissionais

Você também pode se dedicar nesta parte do seu currículo e escrever o que você pode oferecer às empresas. Valorize as suas qualidades profissionais e habilidades que podem fazer você se destacar no trabalho. “Forte conhecimento da área linguística”, “comunicativo” e “criativo” são alguns exemplos do que você pode escrever, desde que sejam o seu caso.

6. Idiomas

Caso você fale outra língua que não a portuguesa, insira qual a língua e qual o seu nível. Coloque também qual o seu nível nos âmbitos de leitura, escrita e fala. E nunca minta!

7. Cursos complementares

Coloque também os seus cursos complementares, como photoshop, excel, corel draw, entre outros.

Confira ainda 7 passos para montar um currículo chamativo.

Veja também!