3 estratégias para recompensar seu melhor funcionário

Quer aumentar a produtividade do negócio? Saiba como incentivar o seu funcionário a fazer o melhor trabalho

Motivação é essencial para um negócio de sucesso! Além de ter profissionais capacitados, garantir que eles sejam incentivados a fazer um bom trabalho pode aumentar o número de clientes e o faturamento da empresa. Gostou da ideia? Saiba que existem algumas estratégias para manter essa motivação em alta. E você confere três caminhos aqui!

1. Tenha um funcionário do mês

O mercado é competitivo e o consumidor está cada vez mais exigente. Um atendimento impecável pode ser decisivo para conquistar a freguesia e aumentar os clientes do seu estabelecimento! Fazer um quadro destacando o “funcionário do mês”, por exemplo, é uma alternativa para motivar quem trabalha com você. Além do reconhecimento pelo bom trabalho e do incentivo à competição saudável com os colegas, você pode dar um prêmio para quem for o destaque, como uma cesta de presentes ou um dia de folga.

2. Pague comissão sobre as vendas

Seu negócio trabalha com a venda de produtos? Coloque uma comissão para o gerente do estabelecimento, além do pagamento para os vendedores. Isso vai incentivá-lo a investir na equipe e dar mais suporte aos vendedores. Você também pode variar o tipo de recompensa, por exemplo: para cada cliente que retornar à loja e realizar uma nova compra, o vendedor que o atendeu ganhará 10% a mais de comissão nessa segunda compra. Isso incentiva o bom atendimento e a propaganda da loja por parte dos vendedores, que vão se esforçar para conquistar clientes.

3. Abra espaço para sociedade

Está à procura de alguém de confiança para gerenciar a empresa com você? Colocar o seu funcionário na posição de sócio pode ser uma boa ideia. Além de entender a dinâmica da empresa, vocês já se conhecem e compartilham os problemas do negócio. Saiba como realizar essa operação sem prejuízos:

Por dentro do vesting – quando o seu funcionário vai conquistando o direito às ações da empresa

Comum principalmente em empreendimentos que estão começando, o vesting é um item do contrato que determina um período de experimentação do funcionário antes dele se tornar sócio. Durante esta fase, ele terá a chance de mostrar como trabalha com essa nova responsabilidade e, ao final, poderá receber a porcentagem de ações combinadas. “Essa prática costuma ser utilizada em startups, ou seja, as empresas que estão no início da sua formação. Isso acontece porque, além de incentivar o profissional que assume o novo cargo, ainda protege os interesses do fundador, que não conhece o desempenho dele como sócio”, explica Marcelo Toledo, empreendedor no setor tecnológico há 14 anos e fundador de cinco startups de tecnologia. O prazo de experimentação costuma ser de um ano, tempo para o empreendedor ter certeza se este profissional é adequado para o cargo.

Gostou das dicas?

Fique de olho em como melhorar o ambiente de trabalho da sua empresa.




comentários