Vasectomia e laqueadura são cobertas pelo SUS

É possível fazer vasectomia ou laqueadura gratuitamente pelo SUS. Confira

Quem não pretende ter mais filhos e acha que não vai mudar de ideia em relação a essa decisão, pode entrar com um pedido de cirurgia no Sistema Único de Saúde (SUS).

A vasectomia, no caso dos homens, e a laqueadura, para mulheres, são os dois procedimentos cirúrgicos feitos gratuitamente pelo SUS. Veja como eles funcionam:

Cirurgia de vasectomia

O médico corta os canais do testículo por onde os espermatozóides passam. Com isso, durante a relação sexual, o óvulo da mulher não será fecundado. É um procedimento simples, que exige apenas anestesia local.

Cirurgia de laqueadura

As tubas uterinas são os canais onde os espermatozóides e o óvulo se encontram. Na laqueadura, o médico fecha esses canais, impedindo a fecundação.

Como fazer a vasectomia ou laqueadura pelo SUS

Para saber como marcar a cirurgia, clique aqui. É necessário ter mais de 25 anos ou ser pai ou mãe de dois filhos.



A lei é rígida porque muitas pessoas se arrependem, e dá trabalho desfazer tanto a laqueadura quanto a vasectomia – além de nem sempre funcionar. Por este motivo, o SUS não faz a cirurgia de retorno.

Se você está com alguma dúvida, saiba que dois meses antes da operação o SUS oferece aconselhamento de especialistas para o paciente refletir se quer mesmo fazer a cirurgia.




comentários