Seguro fiança – O que é e o que significa - Konkero

Seguro fiança - O que é e o que significa

Entenda como funciona o seguro fiança e saiba se esse é o seguro ideal para você!

O seguro fiança, popularmente conhecido como seguro de fiança locatícia ou seguro aluguel, é uma alternativa muito utilizada pelos proprietários de imóveis alugados para se proteger contra possíveis prejuízos por parte de seus inquilinos.

Além de ser uma segurança para o proprietário, a exigência do seguro fiança faz com que o locador não precise se preocupar em conseguir um fiador, nem tenha a necessidade de ter uma grande quantia em dinheiro no momento da locação para pagar os três meses de aluguel adiantado, o chamado depósito caução.

Apesar deste tipo de seguro poder ser uma exigência no contrato de locação, ele não é obrigatório. É preciso uma garantia de pagamento, mas não necessariamente será o seguro fiança.

No contrato de um seguro de fiança locatícia, o maior beneficiado é o proprietário do imóvel, pois tem a segurança de que receberá, de alguma maneira, o valor que lhe é devido. Muitas vezes, ele pode ter prejuízo de seu inquilino e também do fiador. Com o seguro fiança, esse problema deixa de existir.

Seguro fiança: o que isso muda na minha vida

Se você pretende alugar um imóvel, saiba que o proprietário exigirá alguma garantia de pagamento, seja um fiador, um depósito caução ou o seguro fiança. Isso é um direito dele, assegurado pela Lei do Inquilinato.

A partir dos fatos de que tem sido cada vez mais difícil de se conseguir alguém para ser fiador, afinal ninguém quer correr o risco de ter que arcar com dívidas adquiridas por outras pessoas e nem sempre é possível desembolsar o valor de três meses de aluguel de uma única vez.

O seguro fiança pode ser uma boa opção para dar tranquilidade ao proprietário do imóvel e conseguir fechar o aluguel de maneira mais fácil e amigável. E, apesar de ser um seguro que tem como beneficiário o locador do imóvel, o responsável pela contratação e pagamento do seguro é o locatário.

Ao contrário do dinheiro do depósito caução, que pode ser restituído ao final do contrato de aluguel, caso todos os meses tenham sido pagos corretamente, o dinheiro pago à corretora do seguro não é devolvido ao inquilino.

Na cobertura básica do seguro de fiança locatícia estão inclusos os valores de aluguel e multas cobradas ao proprietário do imóvel para o caso de o inquilino atrasar ou não efetuar os pagamentos. Apesar disso, também é possível adicionar demais coberturas como IPTU, condomínio, reparos no imóvel, entre outras.

Veja também!