Seguro de acidentes pessoais – O que é e o que significa - Konkero

Seguro de acidentes pessoais - O que é e o que significa

Entenda como funciona o seguro de acidentes pessoais e saiba se esse é o seguro ideal para você.

O seguro de acidentes pessoais é uma das modalidades vendidas como os chamados “seguros de pessoas”, e oferece proteção específica contra acidentes. Neste tipo de seguro, o segurado conta com a cobertura para morte, invalidez (parcial ou total permanente), além de outros riscos causados por acidentes determinados, que devem ser adicionados à cobertura básica. Outras coisas que o seguro pode cobrir são despesas médicas, hospitalares e odontológicas, sendo todas ocasionadas pelo acidente.

Diferente do seguro de vida, que cobre sinistros como morte natural ou acidental, a cobertura do seguro de acidentes pessoais é bem rígida, ou seja, só fazem parte da cobertura os acidentes considerados na apólice, que é o contrato do seguro, onde devem constar todas as informações sobre o plano contratado, como direitos e deveres do segurado e da seguradora. Sendo assim, acidentes que causam lesões leves ou desconfortos momentâneos não costumam ser considerados sinistros.

Há ainda o seguro de acidentes pessoais de passageiros, que comumente é oferecido juntamente com seguros auto. Assim como o seguro de acidentes pessoais, este seguro garante indenização aos passageiros no caso de morte, invalidez parcial ou total permanente e outros problemas causados por acidentes de carro.

Seguro de acidentes pessoais: o que isso muda na minha vida

Se você é jovem, provavelmente nunca pensou em contratar um seguro de vida, pois suas chances de precisar recorrer a esse tipo de seguro são baixas. Porém, levando em consideração que ninguém está imune a sofrer um acidente, o seguro de acidentes pessoais pode ser uma boa opção.

Como acidentes podem acontecer tanto com jovens, como com idosos, o valor, além de ser mais barato do que o seguro de vida por ter uma cobertura mais restrita, não é influenciado pela idade do segurado.

Esse tipo de seguro costuma ser recomendado para pessoas que dependem de boas condições físicas para trabalhar: caso aconteça um acidente, o indivíduo não terá outras formas de conseguir pagar as contas. Portanto, vale a pena avaliar essa opção.

É possível optar pelo seguro de acidentes pessoais individual ou coletivo. No primeiro, o interessado é quem contrata o plano diretamente com a seguradora, recebendo a indenização em casos de invalidez. Em casos de morte, a indenização é direcionada aos beneficiários indicados na apólice, que podem ser escolhidos pelo segurado e alterados a qualquer momento, desde que a segurado seja informada para a alteração da apólice.

Já o seguro coletivo funciona da seguinte forma: uma empresa, associação, ou outras instituições reúnem pessoas que tenham interesse neste tipo de cobertura e se responsabiliza pela contratação com a seguradora, se tornando a estipulante do seguro. Por envolver mais pessoas, este plano é mais barato do que o individual.

Veja também!