Renda variável – O que é e o que significa - Konkero

Renda variável - O que é e o que significa

Entenda qual o significado de Renda Variável e nunca mais tenha dúvidas quando for investir!

Restituição-do-imposto-de-renda

Renda variável é o nome dado aos modelos de investimento em que o investidor não consegue saber qual será a sua rentabilidade no momento da aplicação. Este tipo de investimento costuma ser mais arriscado, pois o investidor corre o risco de perder parte do valor aplicado, caso os juros fiquem negativos. Apesar disso, geralmente oferece maior rendimento e lucro do que os investimentos de renda fixa.

Esse modelo de investimento é bastante usado por investidores com um perfil mais dinâmico. Ou seja, são investidores que não têm problema em realizar uma aplicação que renderá a longo prazo, desde que ofereça uma rentabilidade maior do que nos investimentos de renda fixa, nos quais o investidor pode saber qual será seu rendimento.

O exemplo mais conhecido de investimento em renda variável são as ações. Ao comprar uma ação de determinada empresa, o indivíduo vira acionista e sócio, pois compra uma pequena parte da empresa. Assim, ele pode comprar por certo valor e vendê-la por um preço maior ou menor, dependendo do movimento do mercado.

Além disso, ele se torna participante no lucro da empresa, e também no prejuízo, se houver. Por essa razão, este investimento é arriscado, pois depende do sucesso da empresa. Há também o Fundo de Renda Variável, uma carteira de ativos composta por ações e que segue um objetivo de rentabilidade. É ideal para quem não tem experiência com investimentos, porque possui um gestor que acompanha o movimento financeiro e faz as alterações adequadas.

Renda variável: o que isso muda na minha vida

Investimentos em renda variável são boas escolhas porque, apesar de serem arriscados, podem gerar lucros muito maiores do que investimentos em renda fixa, como a compra de títulos públicos, por exemplo, e em períodos bem menores, sempre dependendo da circunstância. Trata-se do modelo ideal para pessoas mais jovens e que não têm pressa em fazer o resgate do dinheiro.

Porém, é importante conhecer quais são os riscos desse modelo de investimento, pois pode não ser uma boa opção para quem não quer perder dinheiro, que pode vir a acontecer em alguns momentos. Por isso, conheça muito bem no que você irá investir. Busque saber sobre o histórico do negócio, quais as perspectivas e outros fatores que te ajudem a investir não tão “às cegas”.

Veja também!