Penhor – o que é e o que significa - Konkero

Penhor - o que é e o que significa

Entenda o que significa penhor e veja como ele pode influenciar a tentativa de obtenção de crédito.

Penhor é o ato de entregar um bem como garantia do pagamento de um empréstimo, por exemplo. Se a pessoa não pagar o que deve, o bem servirá como pagamento da dívida, podendo ser vendido ou leiloado pelo credor.

Diferente do termo penhora, o penhor ocorre quando o tomador do crédito oferece um bem equivalente ao dinheiro que está pegando emprestado como garantia de que irá devolver a quantia no prazo correto. Já a penhora é um processo judicial e é quando os bens de quem pegou o dinheiro são tomados para cobrir a dívida que não foi paga. Os bens que foram dados em penhor são chamados de bens empenhados.

Tipos de penhor

O tipo mais conhecido de penhor de bens no Brasil é o penhor de joias, realizado apenas pela Caixa Econômica Federal, que também aceita canetas de valor, relógios e pratarias.

Outros tipos são o penhor industrial e mercantil, e o penhor rural. O primeiro consiste na entrega de equipamentos industriais, máquinas, aparelhos, entre outros bens semelhantes, como garantia de devolução do crédito tomado. Já o rural envolve os setores agrícola e pecuário – na agricultura, os bens dados podem ser frutos, lenha, carvão vegetal e até máquinas de produção. Na pecuária, os bens são os animais utilizados em atividade pastoril, agrícola ou de laticínios.

Penhor: o que isso muda na minha vida

O empréstimo com penhor de bens é uma boa opção para quem precisa de dinheiro rápido. Além disso, oferece ao cliente uma taxa de juros menor do que os demais tipos de empréstimo e não exige que o tomador tenha o nome limpo, possibilitando a obtenção de crédito a quem está negativado.

Caso você tenha complicações e deixe de pagar as prestações devidas do empréstimo, você corre o risco de perder o bem que deu como garantia. Apesar de ter benefícios, o penhor também pode ser arriscado. A partir deste risco, cuidado com o que você irá oferecer como garantia, pois você poderá perder algo de muito valor.

Também é bom saber que nem sempre o valor em dinheiro conseguido no empréstimo será correspondente a 100% do valor do bem empenhorado, podendo corresponder a 85% ou a outras porcentagens.

Portanto, analise muito bem a situação antes de fechar o negócio, tendo certeza que terá condições para pagar a dívida e não perder o bem. Escolha com atenção o bem que será empenhado, para conseguir uma quantia suficiente, de acordo com a sua necessidade, e para não perder algo de muito valor em casos extremos.

Veja também!