O que fazer se não recebi a guia do IPVA? - Konkero

O que fazer se não recebi a guia do IPVA?

Não recebeu a guia do IPVA 2020 e está com medo de perder o prazo de pagamento? Descubra agora como fazer!

Quem tem um veículo sabe que no começo do ano há uma dívida para pagar: o IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Esse imposto é cobrado de todas as pessoas que possuem um carro ou moto, e o carnê para pagamento é enviado para a casa de cada proprietário.

No entanto, em alguns casos, pode acontecer dessa guia não chegar. Mas essa situação não livra o dono do veículo de pagar o imposto, por isso é importante prestar muita atenção aos prazos para não perder a data de pagamento do IPVA.

Confira agora o que fazer se você não recebeu a guia do IPVA 2019 em sua casa.

O que fazer se meu IPVA 2019 não chegou

Se você não recebeu a guia para pagamento do IPVA, saiba que não está livre de pagar o imposto. Muito pelo contrário. Afinal, além das vias enviadas por correio às residências, o governo também disponibiliza o documento online, para o caso de ocorrer algum erro na distribuição das guias do IPVA.

Para ter acesso à sua guia do IPVA online, basta consultar o site da Secretaria da Fazenda do estado onde você mora. Se você não sabe o endereço, digite no Google “secretaria da fazenda” e o nome do estado.

Procure no site o link “IPVA” e, preenchendo com o número do Renavam, você conseguirá imprimir a guia do IPVA sem maiores problemas! Caso não se lembre do número do Renavam, basta consultar no documento do seu carro.

IPVA tem data certa para ser pago

A numeração da placa do carro indica em que período o IPVA do carro deve ser pago. Logo, motoristas de veículos com placas final 1,2 ou 3 devem quitar as parcelas ou pagar a cota única do IPVA no começo do mês, enquanto carros com a placas final 8,9 e 0 são pagos mais próximos do final do mês vigente.

As datas de pagamentos do IPVA variam conforme a localidade em que está o carro. Por isso, verifique com a prefeitura ou o setor responsável pela cobrança do imposto a data limite para fazer os pagamentos na sua região.

Parcelar o IPVA ou pagar à vista: qual é o melhor?

O pagamento à vista, chamado também de “cota única”, costuma ser vantajoso por causa do desconto que os estados concedem ao motorista. Mas, dependendo do valor total do IPVA, o proprietário do carro pode não conseguir pagar o imposto de uma vez só. Por isso, existe a possibilidade de quitar o IPVA em parcelas.

Portanto, o melhor jeito de pagar o IPVA varia conforme a situação financeira do motorista. Vale ressaltar que no início do ano, junto com o IPVA, chegam outras contas, como o IPTU e o seguro do carro, então, antes de tomar a sua decisão, leve em conta os outros gastos que você terá nesse período!

Entenda as isenções do IPVA

Em algumas situações e estados, os proprietários de veículo não precisam pagar o IPVA. Taxistas, pessoas com deficiência, veículos de transportes coletivos (ônibus e vans) e carros com mais de 20 anos de fabricação são isentos da cobrança do IPVA, desde que realizem a solicitação prévia junto ao órgão responsável pelo imposto da sua cidade.

Veja também!