O guia para escolher o chuveiro elétrico ideal - Konkero

O guia para escolher o chuveiro elétrico ideal

4 dicas para você acertar na compra do chuveiro elétrico.

O-guia-para-escolher-o-chuveiro-elétrico-ideal

Você precisa trocar o chuveiro da sua casa, vai até a loja escolher um modelo novo e a tarefa que parecia fácil de repente se torna complicada. Os produtos têm preços, marcas e funções diferentes. Qual a melhor opção? Chuveiro com duas ou quatro temperaturas? Que libera mais água ou menos? Que economiza energia ou que é mais bonito? De fato, a escolha depende muito do que você deseja. Mas existem algumas regras que você pode seguir para garantir uma boa escolha. Confira!

4 dicas na hora da compra

1. Veja se o chuveiro funcionará na instalação elétrica da sua casa

Antes de comprar, você precisa confirmar qual é a amperagem da instalação elétrica da sua casa. Para saber essa informação, olhe o disjuntor (que é o quadro de energia da casa) porque a amperagem deve estar escrita nele. “Normalmente varia entre 10 e 50 amperes”, indica o engenheiro do Programa Brasileiro de Etiquetagem do Inmetro, Alexandre Novgorodcev. Depois, escolha o chuveiro com esta amperagem. Isso porque se a potência dele for maior do que a instalação que a sua casa suporta, o chuveiro pode parar de esquentar a água no meio do banho. Caso não encontre a informação do disjuntor, chame um eletricista.

2. Cheque qual a potência do produto e quanto ele gasta

O chuveiro deve ter a etiqueta do Inmetro que mostra a potência dele. A régua vai de “A” a “G”, sendo que os mais próximos do “A” são os que economizam mais energia, mas que esquentam menos a água. “Por isso, quem mora em lugares frios como o sul não pode comprar chuveiros de etiqueta ‘A’, porque vai passar frio no banho”, conta o especialista. Da mesma maneira, se você mora no Nordeste, os produtos de etiqueta “A” valem mais a pena.

3. Confirme se a voltagem do chuveiro é compatível com a voltagem da sua casa

Você encontrará produtos com voltagem 110V ou 220V. Na hora da compra, prefira  aquele que segue a voltagem da sua casa. “Por exemplo, em São Paulo a maioria das casas tem voltagem 110V, mas em outros estados a 220V é a mais comum”, explica o especialista. É importante tomar esse cuidado porque o chuveiro pode queimar se você comprar o aparelho com voltagem de 110V e as tomadas da sua casa forem 220V.

4. Verifique se ele tem regulador de pressão

Se você mora nos andares mais baixos de um prédio, a água do chuveiro pode sair com muito mais pressão do que o normal. Por isso, verifique se o aparelho que você quer comprar tem uma peça que regula o quanto de água sairá por ele.

Cuidados durante a instalação

O chuveiro tem um manual com as instruções. Procure segui-las e instale apenas a quantidade de chuveiros que a fiação da sua casa permite. O que verificar na instalação:

O regulador de pressão: Se você mora em andares baixos, precisa instalar o regulador. Esta peça vem presa ao chuveiro.



Fio-terra: Lembre-se dessa etapa da instalação, pois torna o banho mais seguro. “Se houver uma queda de energia enquanto o chuveiro estiver ligado, é o fio-terra que protege você de levar um choque elétrico”, adverte Marcelo Rodrigues, franqueado da empresa Dr. Faz Tudo.

Os prédios têm o fio-terra instalado em cada apartamento, por isso procure pelo síndico para se informar melhor. O manual do chuveiro tem todas as instruções para instalar essa peça em casa, mas se ainda restar alguma dúvida, converse com um eletricista.


Precisando de dinheiro?
Solicite empréstimo pessoal online no ibi Digital.