Hipoteca – o que é e o que significa - Konkero

Hipoteca - o que é e o que significa

Saiba o que é hipoteca e entenda como ela funciona. 

Hipoteca é um bem dado como garantia ao pegar um empréstimo. Assim que a dívida é paga, a hipoteca deixa de existir. Mas se o consumidor deixar de pagar, o banco ou instituição financeira pode tomar o bem para quitar a dívida.

É comum bens imóveis serem hipotecados, como casas e apartamentos. Desta forma, o imóvel serve de garantia de que quem pegou o empréstimo pagará a dívida. Diferente de empréstimos com garantia de imóvel, em que o imóvel fica no nome do credor até o fim da dívida, na hipoteca, o imóvel continua no nome do devedor, porém é propriedade do credor até o fim da dívida.

Tipos de Hipoteca

De acordo com o Direito Civil Brasileiro, existem três tipos de hipoteca: a convencional, a legal e a judicial, também chamada judiciária. Conheça cada uma delas!

  • Hipoteca convencional: o desejo de dar o imóvel como garantia, ou seja, hipotecá-lo é originado do dono do imóvel, o devedor;
  • Hipoteca legal: assim como diz o nome, é uma ação automática e garantida por lei às vítimas de um crime, por exemplo. Neste tipo de hipoteca, o imóvel de quem cometeu o crime é dado à vítima como pagamento pelas custas do processo judicial;
  • Hipoteca judiciária/ judicial: ocorre de forma semelhante à hipoteca legal, porém, enquanto na legal o processo é automático, na judiciária é preciso uma sentença de condenação que indique o uso do imóvel como pagamento à vítima.

Hipoteca: o que isso muda na minha vida

No Brasil, a hipoteca não é muito utilizada, embora ainda exista. Alguns financiamentos oferecem taxas menores quando você hipoteca a sua casa, pois o banco tem uma garantia maior de receber o dinheiro de volta. Então, no caso de um empréstimo para pagar dívidas ou algo urgente, como uma cirurgia, vale a pena, mas desde que você não pegue mais dinheiro do que precisa.

Além disso, é necessário se planejar, optando por empréstimos com parcelas que cabem no bolso e a prazos favoráveis para você. Afinal, caso não consiga pagar as parcelas, o devedor tem muito a perder. Se você pensou em um empréstimo para comprar outro bem, como um carro, não faça uma hipoteca. Você pode se atrapalhar e perder o seu imóvel.

No âmbito judicial, a hipoteca também pode garantir às vítimas de crimes, como roubo, o ressarcimento do dinheiro gasto com custos em advogados.

Veja também!