Franquia de seguro – o que é e o que significa - Konkero

Franquia de seguro - o que é e o que significa

Entenda o que significa a franquia de seguro e saiba como ela funciona.

A franquia do seguro é um valor que o segurado deve pagar quando ele acionar o seu seguro auto por conta de um sinistro. Ela está presente na apólice do seguro e é inversamente proporcional ao prêmio. Quanto menor a franquia, maior o prêmio, e vice-versa.

O pagamento da franquia só é obrigatório quando há perda parcial do veículo, ou seja, quando o valor do conserto é menor do que 75% do valor total do automóvel. Desta forma, o segurado recebe a indenização parcial do seguro.

Caso a perda seja total, quando o valor do conserto é 75% ou mais do valor total do carro, a indenização é total e o segurado é dispensado do pagamento da franquia. Este pagamento não deve ser feito à seguradora, mas sim, diretamente a quem fará o conserto do automóvel.

Se o segurado possuir cobertura de danos a terceiros em seu seguro auto e prejudique o carro de outra pessoa, ele fica isento do pagamento da franquia no conserto do carro do terceiro, porém, deverá pagar para consertar seu próprio veículo. Já se outra pessoa causar o acidente, a franquia não será cobrada.

O objetivo franquia é fazer com que o segurado não seja irresponsável ao dirigir, pensando que o seguro irá cobrir qualquer dano. Desta forma, não é possível acionar a seguradora em casos de pequenos danos, que serão custeados pelo próprio segurado. Além disso, caso o estrago não ultrapasse o valor da franquia, ele não é considerado sinistro, reservando a apólice para outros danos maiores.

Tipos de franquias de seguro

Existem quatro tipos de franquia de seguro. O segurado pode escolher a opção que mais se adequa ao seu perfil. São elas:

  • Franquia normal ou básica: é a mais utilizada e se baseia na categoria tarifária do veículo, isto é, na classe na qual o veículo ou sua utilização se encaixam;
  • Franquia ampliada: é, geralmente, duas vezes maior do que a normal e é indicada para pessoas que se preocupam mais com perdas totais do que parciais. Neste caso, o valor do prêmio é mais barato;
  • Franquia reduzida: costuma ser metade da franquia normal, sendo indicada para pessoas que preferem pagar mais no valor do seguro do que em consertos, caso aconteçam acidentes;
  • Franquia isenta: não faz parte do plano do seguro, o que faz com que o prêmio seja ainda maior.

Franquia de seguro: o que isso muda na minha vida

Caso você se envolva em um acidente e o seu carro sofra uma perda parcial, você terá que pagar a franquia. Esse valor sempre deverá ser pago, exceto quando houver perda total do seu veículo ou quando o seu seguro tiver cobertura de danos a terceiros.

Se, por exemplo, o valor total do conserto é de R$ 3 mil, e a sua franquia é R$ 2 mil, você deverá pagar diretamente ao responsável pelo conserto o valor da franquia, e receberá a indenização parcial da seguradora no valor restante, R$ 1 mil. Já se o valor do conserto for menor do que a franquia, você deverá arcar com essa despesa ao invés de acionar o seguro.

Ao negociar um seguro auto, você sempre deve prestar atenção no valor da franquia, pois ela faz com que o preço do seguro varie muito. Quanto mais alta a franquia, mais barato fica o seguro. Mas lembre-se: caso você tenha que usar o seguro, terá que pagar um valor maior. Também é comum corretores mudarem o preço da franquia para sua cotação de seguro parecer mais econômica. Fique atento!


Veja também!