Doença preexistente - O que é e o que significa

Descubra qual o significado de doença preexistente e saiba como funciona a contratação de um plano de saúde nestes casos.

Ao contratar um plano de saúde, o beneficiário precisa responder a um questionário sobre o seu estado de saúde atual. Essas informações são usadas não só para o controle de sua saúde no momento em que aderiu ao plano, mas também para a identificação de possíveis doenças preexistentes. Esse é o nome dado a doenças que o beneficiário de um plano de saúde possuía desde antes de fazer sua contratação.

É importante saber que a companhia não pode se recusar a aceitar seu pedido de inclusão no plano de saúde, mesmo em caso de doença preexistente. No entanto, apesar da obrigação de aceitar o novo beneficiário, o plano de saúde pode lhe restringir a alguns tipos de procedimentos. É a chamada CPT – Cobertura Parcial Temporária -, em que o beneficiário precisa cumprir carência para todo e qualquer procedimento que se relacione à doença preexistente. O prazo de carência nestes casos pode ser de até 24 meses, conforme estipulado pela ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar.

O que isso muda na minha vida

Se você é portador de alguma doença e pretende contratar um plano de saúde, é importante conhecer quais são as regras para doenças preexistentes, principalmente porque mesmo em casos de urgência ou emergência que sejam relacionados à sua doença, o plano de saúde pode se recusar a prestar atendimento.



Algumas companhias oferecem ao beneficiário a opção de fazer o pagamento da mensalidade do plano com um agravo, ou seja, pagar um valor mais caro do que os beneficiários comuns, para fugir da Cobertura Parcial Temporária e conseguir ter atendimento normal para a sua doença preexistente. Mas é preciso consultar se a companhia onde você deseja contratar o plano de saúde trabalha com esse tipo de procedimento.

Para mais informações, acesse o site da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar.

Veja também!




comentários