Como escolher um antivírus? - Konkero

Como escolher um antivírus?

Suporte técnico da empresa de antivírus, qualidade do programa e espaço que ele ocupa são importantes na hora de escolher a melhor opção e proteger seu computador e smartphone! 

Você que tem um computador, tablet, smartphone ou qualquer outro aparelho eletrônico, principalmente se ele possui conexão com internet, pode ter dúvidas sobre como se proteger. Além de evitar sites suspeitos e não baixar arquivos desconhecidos, os antivírus são a melhor saída para a proteção dos seus dados.

Esses programas bloqueiam ações de hackers e impedem que downloads mal intencionados prejudiquem o seu equipamento, contaminando arquivos ou acessando senhas e outros dados pessoais.

A Konkero conversou com o diretor de Marketing da AVG Brasil, Mariano Sumrell, para ajudar você a entender tudo sobre antivírus!

O que verificar antes de escolher um antivírus

1. A empresa oferece suporte técnico?

Não adianta ter um bom programa antivírus se algum problema aparecer e a empresa não prestar um atendimento com qualidade. Entre no site da companhia que oferece o antivírus e peça informações com técnicos e desenvolvedores sobre o desempenho do programa no computador e outros aparelhos.

2. O programa é fácil de usar?

Alguns antivírus possuem avisos constantes e têm modos específicos de operar. Escolher aquele que você consegue usar evita confusões no futuro. Além disso, no mercado existem programas com diversas funções, que vão desde a limpeza de arquivos armazenados até a monitoração de todos os downloads executados no equipamento. Contudo, procure antivírus mais completos, mas que você consiga utilizar no dia a dia para proteger os seus arquivos e dados.

3. Vai sobrecarregar o computador e deixá-lo mais lento?

Quando a instalação do antivírus compromete o bom desempenho do seu computador ou aparelho, talvez ele não seja a melhor opção. Procure escolher programas mais leves e com boas avaliações dos usuários em sites de tecnologia e nas lojas de aplicativos, como a Google Play e a App Store.

Por que ter um antivírus?

Infelizmente, ninguém está protegido dos vírus que circulam na internet. “Não podemos evitar usar a internet, e a cada dia surgem novas e mais sofisticadas ameaças. A melhor forma de se proteger é tendo um antivírus”, explica Mariano, da AVG Brasil.

Alguns comportamentos diminuem os riscos, como usar senhas seguras, atualizar sempre os softwares e não abrir links desconhecidos. Mas, nem sempre essas medidas são suficientes.

“Por exemplo, uma falha de segurança pode ser explorada pelo criminoso antes de chegar uma atualização do software e um site que é seguro pode ser invadido e propagar ameaças para os visitantes”, explica Mariano Sumrell. Nesses casos, o antivírus funciona como a última e necessária proteção.

Antivírus no celular? Sim!

Segundo Mariano, devemos ter antivírus no celular e no tablet. Afinal, além de armazenar informações importantes, como os dados da agenda, contatos e outros arquivos, estes aparelhos estão sendo utilizados para compras online e acesso ao Internet Banking.

Muitos antivírus para celulares e outros dispositivos protegem contra programas recebidos por e-mail e SMS, sendo que alguns softwares também configuram aplicativos para não sincronizarem com a internet, evitando propagandas indesejadas.

Mantenha o antivírus atualizado

“De modo geral, recomenda-se a atualização uma vez por semana”, indica Mariano. Os principais antivírus já permitem o agendamento automático em horários em que o computador ou celular não estejam em uso. É por meio destas verificações você garante que estará livre de qualquer vírus.

Alguns sintomas que podem indicar contaminação são a lentidão do computador e a utilização da rede aparentemente sem motivo. Fazer a verificação é importante exatamente porque nem sempre é possível perceber algum sinal de que o computador foi infectado.

Veja também!