Capitalização / Título de Capitalização – o que é e o que significa - Konkero

Capitalização / Título de Capitalização - o que é e o que significa

Saiba o que são os títulos de capitalização e porque eles podem não ser vantajosos para você.

Títulos de capitalização são uma maneira de guardar dinheiro, na qual o cidadão concorre a sorteios e o seu dinheiro tem rendimento. Funciona da seguinte maneira: o indivíduo compra um título de capitalização junto a um banco ou uma corretora. O pagamento pode ser único, mensal ou periódico, dependendo do que for negociado.

Este título proporciona ao seu comprador uma rentabilidade mensal, que é a mesma da poupança, e a chance de ganhar prêmios em sorteios realizados durante o período de vigência. Ao final deste período, o dinheiro pode ser resgatado com os juros que renderam. Porém, não será 100% do dinheiro que foi aplicado, pois são cobradas taxas administrativas e cotas de sorteio.

Apesar de ter rendimento, o título de capitalização não deve ser confundido com um investimento. Ele se assemelha a um jogo, no qual o comprador depende da sorte para ser premiado, o que faz com que muitas pessoas o comparem a bilhetes lotéricos. A diferença é que, no título de capitalização, é possível ter a restituição do dinheiro aplicado, enquanto com bilhetes lotéricos, não.

Capitalização / Título de Capitalização: o que isso muda na minha vida

A capitalização oferece mais desvantagens do que vantagens. Ela costuma trazer um baixo retorno e tem penalidades caso você pare de contribuir ou queira resgatar antes do tempo. Além disso, são cobradas taxas administrativas e de cotas de sorteio, que faz com que a rentabilidade não seja sobre o dinheiro total que foi aplicado, mas apenas sobre o restante – o valor aplicado subtraído das taxas.

A recomendação da Konkero é que você busque outras maneiras de guardar o seu dinheiro, que te ofereçam mais benefícios. Os investimentos em renda fixa são boas opções, que proporcionam segurança do rendimento e não exigem muito dinheiro.

Em títulos do Tesouro Direto, por exemplo, é possível investir a partir de R$ 30,00, apenas. Além disso, caso o seu gerente de banco te ofereça e insista para que você compre um título de capitalização, não ceda; por mais que ele afirme que é um ótimo negócio, não se engane, pois, normalmente, as instituições financeiras ganham mais nisso do que os próprios clientes.

Apesar de não ser a melhor forma de guardar dinheiro, é possível contar com a capitalização em determinadas situações de aluguel. É comum os locadores exigirem um tipo de garantia no contrato de aluguel, como um seguro-fiança ou um cheque caução, o que equivale a 3 meses de aluguel.

A capitalização neste caso pode ser melhor do que optar pelo seguro fiança, no qual não se tem a restituição do dinheiro pago ao final do período. Porém, para comprar os títulos de capitalização para esse fim, é necessário aplicar uma quantia alta, equivalente a, no mínimo, 6 meses de aluguel. Sendo assim, verifique com cuidado qual a melhor opção, conforme as suas condições, para não ser prejudicado.

Veja também!